AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Dinheiro / Investimentos

Conheça opções para investir com pouco dinheiro

É necessário começar entendendo qual o seu perfil investidor

Luciana Ikedo* Publicado em 25/08/2022, às 15h11

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
É necessário começar entendendo qual o seu perfil investidor - Pixabay/TheDigitalWay
É necessário começar entendendo qual o seu perfil investidor - Pixabay/TheDigitalWay
“Tenho apenas R$ 5 mil. Como investir esse dinheiro e ter bom rendimento? Já investi na poupança e CDB, mas o rendimento é baixo...”

Comece entendendo qual é o seu perfil de investidor. É ele que vai definir a sua disposição e preparação para correr riscos e nortear você sobre o melhor caminho. Ele pode ser conservador, em que a prioridade é a segurança das aplicações. Também há o perfil moderado, aquele que deseja segurança, mas já possui alguma resistência a riscos de longo prazo. 

Geralmente, é aquele investidor que já aplica em renda fixa, mas também direciona parte de seus recursos em renda variável, buscando resultados acima da média. E o perfil agressivo, aquele investidor que entende que perdas a curto prazo são essenciais se o objetivo final for obter lucros mais altos a longo prazo. 

É importante ressaltar que o perfil depende do seu momento de vida, sua capacidade financeira e conhecimento sobre o mercado. Por isso, estudar é uma boa estratégia. Procure ainda avaliar seus objetivos em relação a esse dinheiro e entenda se a utilização dele será a curto, médio ou longo prazo. É uma quantia que você precisará para algum tipo de emergência que surgir ou não? Faz parte dos seus planos algum projeto futuro com o valor, como uma viagem. 

Tenha em mente também o quanto você consegue agregar mensalmente a essa quantia. Investir em ouro ganhou destaque no mercado, porém, para quem está começando e focando em constituir uma reserva de emergência, esse pode não ser o melhor caminho. 

O ideal é focar inicialmente na construção de uma reserva de segurança com o valor que você já tem disponível e alocá-lo em Tesouro Selic, Fundos DI, com taxa zero de administração, ou CDBs com liquidez. A rentabilidade é importante, claro, mas segurança e liquidez são muito mais essenciais para aquelas horas de sufoco...

RENDA VARIÁVEL

Os investimentos de renda variável são investimentos em que a remuneração ou retorno dependem de fatores diversos e não podem ser dimensionados no momento da aplicação, podendo variar positiva ou negativamente, de acordo com as oscilações do mercado financeiro. Um exemplo de renda variável que têm crescido nos últimos anos é a aplicação em ações na Bolsa de Valores.

RENDA FIXA

Os investimentos de renda fixa são aqueles que possuem regras de remuneração definidas no momento da aplicação. Ou seja, você investe já ciente de prazos e formas que a remuneração será calculada e paga. São exemplos de renda fixa: Tesouro Selic; Fundos DI; CDBs; Poupança.

*LUCIANA IKEDO (@lucianaikedo) é assessora de investimentos com certificação CFP®, MBA Internacional pela FGV, com extensão na Ohio University (EUA) e em Finanças pelo Ibemec/Insper.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!