AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria
Notícias / Famosos / Que susto!

Carro do cantor Jão é perseguido após show em Jundiaí: “Achei que fosse capotar”

Jão voltava do show com sua equipe quando percebeu que estava sendo seguido por outro veículo

Da Redação Publicado em 25/07/2022, às 17h37

Jão contou o ocorrido no Instagram - Instagram/@jao
Jão contou o ocorrido no Instagram - Instagram/@jao

O cantor Jão fez um desabafo nos Stories, na madrugada desta segunda-feira (25), após voltar de um show em Jundiaí, no interior de São Paulo. O artista contou aos seguidores que foi perseguido por outro veículo durante o trajeto para casa.

“Eu saí do palco direto para o carro e vim para São Paulo. Na metade do caminho, chegando na Marginal mais ou menos, meu motorista e meus amigos, minha equipe, quem estava comigo dentro do carro, notaram que tinha outro carro há muito tempo próximo, seguindo a gente. Estava bem grudado”, relatou.

O motorista mudou a rota, mas mesmo assim não conseguiu despistar o outro carro. “A gente decidiu desviar a rota da minha casa, para ver se era uma impressão nossa, uma coincidência, e o carro foi atrás. Nós não sabíamos, não sei quem estava lá, qual era a intenção de quem estava ali”, explicou.

Além disso, ele disse que conseguia ver flashes de celular na janela do automóvel e que, em certo ponto, decidiram encostar no meio fio: “A gente fingiu que ia parar o carro na calçada, e eles grudaram na nossa traseira. Aí foi um momento em que corremos muito e tentamos achar uma alternativa, um desvio para chegar em casa”.

“Começou a ficar muito perigoso, porque a gente teve que subir meio feio, cortar quarteirão, atravessar sinal. isso durou uns 30 minutos, e eles nos achavam o tempo todo, não sei como. O que eu estava com mais medo é que fossemos sofrer um acidente, porque toda hora eu achava que íamos capotar”, continuou, falando do medo que sentiu.

Depois de muitos desvios, eles conseguiram fugir do veículo e chegar na casa do artista em segurança.

Para concluir o relato, Jão ainda fez um apelo aos seguidores e às pessoas que o perseguiram. 

“Eu nem deveria estar pedindo isso, porque é uma coisa óbvia. Mas, não façam isso, foi perigoso para mim, para minha equipe, para as pessoas que estavam lá. Foi perigoso para vocês que estavam no outro carro. Fora que a gente chegou muito depois do que deveria ter chegado em casa. Depois de um domingo inteiro de trabalho, de uma semana inteira de trabalho. Não façam isso”, pediu.