AnaMaria
Famosos / Eita!

‘‘Ela ainda é Brasil e eu quero o mundo inteiro’’, dispara Melody sobre Anitta

Adolescente afirmou que, se Anitta quiser empresariar sua carreira, terá que ser agora

Da Redação Publicado em 22/10/2021, às 12h04 - Atualizado às 12h05

Convite veio à tona no início do ano, porém com uma condição - Instagram/@anitta e @melodyoficial3
Convite veio à tona no início do ano, porém com uma condição - Instagram/@anitta e @melodyoficial3

A cantora Melody está muito otimista quanto ao destino de sua carreira nos próximos anos. Isso porque, em entrevista ao programa ‘Otalab’, a adolescente dispensou a proposta de ser empresariada por Anitta quando ficar mais velha. Segundo ela, suas músicas farão ainda mais sucesso que as da ‘Girl from Rio’ até lá. 

“Está louca que chegue logo os seus 17 anos para que Anitta administre sua carreira, né, minha filha? Conta pra gente!", brincou Otaviano Costa em menção à proposta da famosa. Atualmente, Melody está com 14 anos e é empresariada pelo pai, MC Belinho

Ao contrário das expectativas do apresentador, Melody negou. “Sobre isso, eu acho que com 17 anos eu não vou precisar da Anitta para me empresariar. Se Deus quiser, eu vou ser muito maior que ela”. 

“Não que eu não goste dela ou queira o mal dela, de jeito nenhum. Acho ela super esperta, sou muito fã dela, acho ela muito top, porém ela ainda é Brasil e eu quero o mundo inteiro", afirmou em seguida. 

Apesar disso, Melody deixou claro que, se Anitta topasse adiantar o convite em alguns anos, ela aceitaria. "Se ela quiser me empresariar agora, eu estou aqui. Porque, com 17 anos, eu já estarei quase fazendo 18 anos, já vou estar quase de maior e as coisas mudam um pouquinho. Se quiser me empresariar agora, estou disponível", disparou. 

ENTENDA

Vale lembrar que a proposta veio à tona no início do ano, através de um comentário de Anitta em um perfil de fofocas. “Eu juro por Deus que acho que essa menina tem todo o potencial para ser babadeira na música. Só precisava deixar o pai só na função de pai e pegar um bom empresário", afirmou na época. 

Com o incômodo de MC Belinho, seguido de uma oferta para que a cantora assumisse a carreira da filha, a ‘patroa’ impôs uma condição: “Topo, sim. A gente começa quando ela tiver 17 [anos]. Agora ela estuda".