AnaMaria
Famosos / COVID-19

Léo Santana protesta contra aglomeração em estádios: ‘‘Por que não podemos?’’

Cantor questionou a liberação de ‘apenas’ 3 mil pessoas em apresentações musicais

Da Redação Publicado em 29/11/2021, às 12h11 - Atualizado às 12h11

O 'GG da Bahia' usou emojis de palhaço para expressar sua indignação - Instagram/@leosantana
O 'GG da Bahia' usou emojis de palhaço para expressar sua indignação - Instagram/@leosantana

O cantor Léo Santana demonstrou sua indignação quanto à diferença de público permitida entre estádios e shows em Salvador (BA). Isso porque o governo da Bahia liberou a ocupação de 70% em jogos de futebol, enquanto o limite para os eventos musicais é de três mil pessoas diante das restrições impostas pela covid-19

Os protestos vieram à tona após o jogo entre Bahia e Grêmio, que reuniu mais de 30 mil torcedores na Arena Fonte Nova, na última sexta-feira (26). “Minha cara vendo 35 mil pessoas no estádio hoje em Salvador”, escreveu ao apostar em um emoji de palhaço no próprio rosto. 

Em seguida, questionou: "70% do público liberado para estádio de futebol. Glória Deus! Eventos de show sai de três mil quando? Explica para nós, qual a diferença? Por que não podemos?". 

Quem também discordou das medidas aplicadas em Salvador foi o secretário de Saúde da capital baiana, Léo Prates. “Todo final de semana estamos vendo verdadeiros ‘carnavais’ nos estádios! Vamos todos pagar essa conta!", escreveu o político em suas redes sociais. 

Vale mencionar que o decreto que libera a ocupação de 70% dos estádios e eventos de até 3 mil pessoas foi mantido através de um comunicado na última sexta-feira (26) e está em vigor até o próximo dia 10 de dezembro. A prefeitura da cidade anunciou que o tradicional 'Festival Virada' será cancelado.