AnaMaria
Últimas / Luto!

Daniel, filho de ex-jogador Axel, morre aos 14 anos após acidente doméstico

Daniel, que jogava na categoria de base do São Caetano, estava internado há uma semana

Da Redação Publicado em 22/02/2022, às 17h12

Daniel, filho de Axel, sofreu um acidente doméstico e não resistiu aos ferimentos - Arquivo pessoal/ Axel
Daniel, filho de Axel, sofreu um acidente doméstico e não resistiu aos ferimentos - Arquivo pessoal/ Axel

Daniel Asafe Rodrigues, filho do ex-jogador e atual treinador do São Caetano, Axel, morreu nesta terça-feira (22), aos 14 anos, após complicações por conta de um acidente doméstico.

O adolescente, que era jogador da base do clube, estava internado em um hospital de Santos, litoral de São Paulo, desde a última semana, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo informações da TV Tribuna, Daniel sofreu queimaduras graves durante uma confraternização na casa do pai, que também acabou se queimando. Além deles, Marquinhos Pitbull, auxiliar técnico do São Caetano, também ficou ferido na ocasião, mas ele e Axel foram liberados pelo médico.

Nas redes sociais, o São Caetano fez um comunicado oficial na tarde de hoje lamentando a morte de Daniel.

"É com muito pesar que o São Caetano anuncia o falecimento de Daniel Asafi Rodrigues de Arruda, filho do treinador Axel e nosso atleta nas categorias de base. Daniel havia sofrido um acidente doméstico há dez dias e se encontrava internado desde então em um hospital na cidade de Santos", diz a nota.

"Hoje pela manhã ele não resistiu ao processo de recuperação e veio a entrar em óbito. Toda a diretoria, funcionários e atletas se solidarizam com a dor de familiares e amigos e externam suas condolências neste momento de tristeza. Mais informações sobre velório e sepultamento o clube irá divulgar nas próximas horas em seus canais oficias. Família Azulão em Luto", completou.

CARREIRA NO FUTEBOL

Vale lembrar que o pai de Daniel, Axel, teve uma carreira de destaque como jogador no futebol brasileiro, passando pela categoria de base do Santos, brilhando no São Paulo e também na Seleção Brasileira.

Axel se aposentou em 2010 e há seis anos atua como técnico, com passagens por Taboão da Serra-SP, Portuguesa Santista-SP e, há três semanas, assumiu o cargo de treinador no São Caetano.