Juju Salimeni come 450 ovos por mês, mas será que é saudável?

Especialista explica se o hábito da musa fitness faz bem para saúde

quinta 8 novembro, 2018
A musa fitness afirma que o ingrediente não pode faltar na sua casa
A musa fitness afirma que o ingrediente não pode faltar na sua casa Foto:Reprodução/Instagram

A ex-panicat Juju Salimeni, que atualmente é uma das celebridades mais influentes do mercado fitness nacional, vai  comandar o seu próprio reality show. Intitulado Juju Bootcamp, será exibido pelo canal pago E!.

De acordo com o site Notícias da TV, a musa fitness logo para revelará para os participantes um dos segredos de seu sucesso: comer cerca de 15 ovos por dia. Mas será que a ingestão exagerada da proteína é saudável?

Notícias Relacionadas

MUITA CALMA NESSA HORA

Não. Durval Ribas Filho, médico nutrólogo e presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), explica para AnaMaria que qualquer coisa em excesso, especialmente quando falamos de alimentação, é prejudicial para a saúde. "Em termos quantitativos, ela estará comendo 450 ovos no período de um mês, algo longe de ser saudável", explica.

Segundo ele, a própria ABRAN defende que o equilíbrio nutricional na composição das refeições é o mais adequado. "O recomendado são até 12 ovos por semana, não mais do que isso por conta da sobrecarga renal", ressalta.

TEM SEUS BENEFÍCIOS

Quando ingerido na quantidade certa, o ovo pode ser ótimo para a saúde. De acordo com o médico, a ingestão de 3 a 7 ovos por semana reduz em 24% a chance de se ter diabetes. 

Durval ainda diz que o consumo de ovos com uma certa frequência diminui também a possibilidade de desenvolver o Mal de Alzheimer e doenças neurodegenerativas, assim como reduz o risco de AVC (Acidente Vascular Cerebral).

QUAL A RELAÇÃO DO OVO COM O COLESTEROL?

Muito se diz sobre a ingestão de ovos influenciar no aumento dos níveis de colesterol, mas o especialista desmente a informação. “O colesterol é regulado pelo nosso próprio organismo, 80% dele é sintetizado ou produzido pelo fígado, sendo 20%, apenas, ingerido dos alimentos. Então, essa relação não tem fundamento”, explica.

Durval lembra que, de tempos em tempos, surgem mitos e inverdades sobre alguns alimentos. Muitas acabam desmentidas, como é o caso do ovo. "Nós, médicos nutrólogos nunca deixamos de indicar e recomendar o consumo para os nossos pacientes, pois sabemos dos seus reais benefícios para a saúde como um todo", diz.

Marcela Del Nero
Leia Mais:

Receba em Casa

Vídeos

BEM-ESTAR

  1. 1 Não consegue ir até a academia? Veja 5 dicas para treinar sozinha em casa
  2. 2 Quem nunca sofreu por amor? Veja dicas para aceitar o fim do relacionamento
  3. 3 10 alimentos que podem mudar sua vida para melhor
  4. 4 Leite: veja os benefícios, nutrientes e importância de consumir a bebida
  5. 5 Câmara aprova projeto que garante plástica reparadora de mama pelo SUS