Ministério Público da Espanha requisita 9 anos de prisão para Daniel Alves - Reprodução/Instagram
Justiça

Ministério Público da Espanha requisita 9 anos de prisão para Daniel Alves

Daniel Alves é acusado de agressão sexual contra uma mulher de 23 anos em uma boate de Barcelona

Da Redação Publicado em 23/11/2023, às 15h42

Atualizações sobre o julgamento de Daniel Alves. O Ministério Público da Espanha requisitou uma pena de nove anos de prisão para o jogador de futebol brasileiro, acusado de agressão sexual contra uma mulher de 23 anos em uma boate de Barcelona, em dezembro do ano passado. Atualmente detido numa penitenciária em Barcelona desde janeiro, o atleta também enfrenta a exigência de pagar uma indenização de 150 mil euros, aproximadamente R$ 797 mil, à vítima.

O caso teve desdobramentos quando Daniel Alves mudou seu depoimento várias vezes desde a sua detenção, inicialmente alegando não conhecer a jovem. A equipe de defesa do jogador buscava um acordo para evitar o julgamento, propondo uma pena reduzida de quatro anos e uma compensação financeira substancial para a vítima, de acordo com informações do programa de TV espanhol Y Ahora Sonsoles.

O Tribunal de Barcelona decidiu, este mês, enviar Daniel Alves a julgamento por agressão sexual. O jogador, que foi demitido por justa causa pelo time mexicano Pumas, agora aguarda o desenrolar do processo judicial na Espanha.

VALOR ASTRONÔMICO

A defesa do jogador de futebol pagou à Justiça Espanhola o valor astronômico de R$ 800 mil, o equivalente a 150 mil euros, como estratégia de reduzir a pena máxima do atleta na prisão, que é réu de acusações de estupro.

Segundo os jornalistas Thiago Arantes e Talyta Vespa, do UOL, o dinheiro foi enviado em forma de indenização por "atenuante de reparação de dano causado". Desta forma, o marido de Joana Sanz poderá ter sua pena máxima reduzida caso seja condenado por agredir sexualmente a espanhola que moveu a ação contra Alves.

Fontes ligadas ao juizado de Barcelona confirmaram ao portal que a advogada do ex-Barcelona, Miraida Puente, foi a responsável por fazer o depósito como defesa do brasileiro. O pagamento aconteceu no início de agosto - quase oito meses após a prisão do homem.

daniel alves

Leia também

Kaysar Dadour impressiona com resultado de transplante capilar: "Muitas entradas"


Marcos Caruso celebra 50 anos de carreira; relembre papéis aclamados do ator


Após relembrar depressão, MC Binn diz que vai tratar ansiedade: "Jamais deixe de lutar"


Ídolo do vôlei, Tande sofre infarto: ''98% de entupimento de uma veia''


No 'Encontro', MC Binn chora ao relembrar depressão; entenda os sinais da doença


Grávida de 4 meses, Virgínia leva tombo ao vivo e tranquiliza fãs: "Estou ótima"