AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Entenda de uma vez por todas quando levar o PET ao veterinário

Tire suas dúvidas sobre qual o momento ideal de levar os animais aos especialistas

Marcela Barbieri Boro Publicado em 07/03/2021, às 14h00

Entenda de uma vez por todas quando levar o PET ao veterinário - Pixabay
Entenda de uma vez por todas quando levar o PET ao veterinário - Pixabay

Você deve pensar: “Isso é óbvio, quando ele estiver doente. Mas saiba que não é bem assim. Muitas vezes, os peludos mostram vários sinais de que algo não está bem e que muitas vezes passam despercebidos pelos humanos. Na hora de intervir, o que no inicio era algo simples de tratar, pode se tornar algo irreversível. Dessa forma, é importante que todo tutor saiba reconhecer quando algo não está normal e, desde o primeiro sinal, comunicar o veterinário.

Mudanças de comportamento repentinas, como apatia e agressividade, não querer comer ou beber água, ficar muito tempo sem defecar ou urinar, tremores, excesso de salivação e vômito são alguns dos sintomas importantes a serem relatados. Nessa era de redes sociais, muitas pessoas aproveitam a proximidade com o especialista para pedir dicas e opiniões sobre alguma conduta do que fazer em casa, no entanto, é bom que o tutor entenda que nem sempre conseguimos orientar da melhor maneira sem antes examinar o animal.

Uma forma ainda pior de conduzir a situação é realizar algum tratamento por conta própria, com algo que viu na internet ou algum conhecido indicou. Nós, veterinários, já passamos por vários apertos na emergência com casos de intoxicação por esse tipo de situação.

Além de retardar o tratamento adequado, o tutor pode estar deixando seu bichinho ainda pior. Lembre-se: a melhor forma de ajudar o pet é estudar o comportamento dele e notificar o veterinário sobre qualquer alteração. Tire fotos, vídeos e mostre pra ele todas as informações que expliquem aquilo que você está notando de diferente.

Entenda: na maioria das vezes, o profissional vai precisar examinar seu animal, portanto esteja sempre preparada para levá-lo se necessário. E, claro, caso seu pet não apresente nenhuma alteração e, aparentemente, se mostre sempre saudável, ainda assim, aconselho fazer consultas de rotina a cada seismeses para realizar um check-up com seu veterinário de confiança.

CONSULTA DE ROTINA
“Caso o animal não apresente nenhuma alteração e se mostre saudável, ainda assim, aconselho fazer consultas de rotina a cada seis meses para realizar um check-up”. 

{# Taboola Newsroom #}