AnaMaria

Quais são as 5 dúvidas mais frequentes nos consultórios ginecológicos?

Ginecologista e obstetra enumera as cinco perguntas mais frequentes que as mulheres fazem no consultório ginecológico

Da Redação Publicado em 28/04/2022, às 09h45

Quais são as principais dúvidas das mulheres quando vão ao ginecologista? - Unsplash
Quais são as principais dúvidas das mulheres quando vão ao ginecologista? - Unsplash

Cuidar da saúde é sempre muito importante. Mas você já parou para pensar em quais são as principais dúvidas das mulheres quando visitam o ginecologista? De acordo com o ginecologista e obstetra Domingos Mantelli, as questões passam por assuntos como menstruação irregular, exames, gravidez, sangramentos e até métodos anticoncepcionais.

AnaMaria Digital quis saber as respostas do especialista. Confira!

1 - Qual é o período considerado correto para uma menstruação regular?

A menstruação normal dura em média 25 a 35 dias regularmente, de acordo com o especialista.

2 - O que os médicos buscam com o teste de Papanicolau?

Este exame é um dos mais eficientes para o rastreamento do câncer de colo uterino. Por isso, é importante não deixar de fazer.

3 - É possível engravidar durante o período menstrual?

Sim, é possível, apesar de raro. Tem mulher que podem ovular às vezes duas vezes no mês, uma delas coincidindo com o período da menstruação e pode ocorrer a gravidez. Ressaltando, no entanto, que a possibilidade é extremamente rara.

4 - Namoro há muito tempo (ou sou casada). Preciso usar camisinha em todas as relações?

O preservativo é um método eficiente de prevenir a gravidez indesejada, além de evitar muitas doenças. Por isso, recomenda o especialista, é imprescindível.

5 - O que são os sangramentos quando estou no meio da cartela da pílula?

Esses sangramentos são chamados “spotting” e costumam aterrorizar as mulheres. Sempre que houver mais de um sangramento por mês, a mulher deve procurar um ginecologista e realizar exames para medir as dosagens hormonais. Muitas vezes, estamos diante de alguma doença, como por exemplo, a síndrome dos ovários policísticos ou endometriose.