AnaMaria

Ser mais humano: Encontre as suas riquezas

Para você avaliar como tem se dedicado a si mesma, perceba como tem alimentado todas as áreas da sua vida

Heloísa Capelas Publicado em 16/11/2017, às 14h40 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Ser mais humano: Encontre as suas riquezas - iStock
Ser mais humano: Encontre as suas riquezas - iStock

Você já pensou sobre como anda sua capacidade de se autovalorizar e se amar? Esse amor-próprio gera a possibilidade de nos reconhecermos e nos presentearmos, e de passarmos pelas adversidades com muito mais firmeza. Por isso é tão importante que você reflita sobre tal assunto. 

Se eu perguntar como tem se dedicado a si própria, acho que a primeira coisa que pensará será sobre o seu “tempo”, não é mesmo? Sobre quantas horas do seu dia se voltam com exclusividade para você. Esse raciocínio, acredite, é automático e cultural. No entanto, o tempo é apenas um aspecto da questão. 

Para você avaliar como tem se dedicado a si mesma, perceba como tem alimentado todas as áreas da sua vida. Pense em como tem nutrido as suas emoções. Onde está colocando o foco dos seus pensamentos: no positivo ou no negativo? O que está fazendo para alimentar seu intelecto? E o seu espírito? O que motiva você está no seu dia a dia? Como você alimenta as suas relações? Diante de todas essas questões, você consegue notar que o cuidado interno consigo próprio tem muito mais a ver com
qualidade do que com quantidade. 

As pessoas desejam e simplesmente esperam que os outros as amem, respeitem e considerem. No  entanto, antes, é preciso fazer tudo isso em relação a elas próprias. Se você deseja conquistar o reconhecimento dos outros, comece a se reconhecer. 

Se quer o amor, comece a se amar. Todos nós precisamos, primeiro, nos preencher completamente por dentro. 

Com essa atitude, você estará cuidando e se dedicando a si mesma. Isso a fará perceber o que deseja das outras pessoas, além do que considera necessário para se sentir mais feliz. Questione-se sobre o que precisaria acontecer para que você se sinta bem