Gelo ou calor? Entre frio e quente, veja qual é a melhor escolha para a sua dor

As duas funções importantes do gelo para o alívio e relaxamento muscular

*Bianca Vilela, colunista de AnaMaria Digital Publicado quinta 16 setembro, 2021

As duas funções importantes do gelo para o alívio e relaxamento muscular
Bolsa de água quente ou fria pode ajudar - AnaMaria Digital

Fala meu povo da AnaMaria, tudo bem? Alguém aí já usou compressas para curar uma lesão ou melhorar a dor? Pois saiba que a crioterapia (uso de gelo) e a termoterapia (uso de calor,) são tipos de intervenções de baixo custo, pouco risco e muito acessíveis. 

Portanto, desde que bem indicadas, serão de grande utilidade e auxílio na sua reabilitação. Acontece que muitas pessoas não utilizam esses recursos porque têm dúvidas de como e quando eles devem ser empregados.

Para esta conversa, convidei meu amigo e fisioterapeuta, Ricardo Regi. Segundo o expert, basicamente, e explicando de forma simplista, o uso de gelo será muito bem-vindo nas lesões traumáticas agudas (ou seja, de curta duração e geralmente causadas por algum acidente), justamente por sua capacidade de analgesia. Já o uso de calor é utilizado para contraturas nos músculos e, eventualmente, nas lesões crônicas.

Para um estiramento muscular ou fadiga por excesso de treino que tenha causado uma contratura muscular, por exemplo, use gelo. As duas funções importantes do gelo para o alívio de dores são a analgesia e o relaxamento muscular.

"Para as lesões agudas, recomenda-se o uso do protocolo PRICE por aproximadamente 20 minutos a cada duas horas. PRICE quer dizer: proteção, repouso, ice (gelo), contenção ou leve compressão e elevação. Ao resfriar o local, a sensibilidade dos nervos é reduzida, e o cérebro entende que houve diminuição das dores, causando uma analgesia local", afirma Regi.

Ele também nos conta que se, ao contrário, a pessoa tem uma tensão muscular já há algum tempo ou que acontece quando acorda de “mal jeito”, o alívio da dor e o relaxamento devem ser obtidos por meio do calor. Os vasos sanguíneos são dilatados, facilitando o fluxo de sangue no local, o que contribui para um aumento do aporte de oxigênio aos tecidos da região, viabilizando suas funções. Nesses casos, o calor também pode funcionar como um componente de analgesia (alívio de dores), ao reduzir a contratura muscular.

Para o alívio de dores como câimbras, encurtamentos e fadiga muscular leve, entre outras, recomenda-se tanto gelo quanto calor. Em processos inflamatórios articulares que requeiram ganho de amplitude de movimentos, pode-se intercalar calor e frio no local, pois o calor aumenta a vascularização sanguínea e o gelo ajuda na analgesia local.

ALGUNS CUIDADOS
Para fazer uma compressa de gelo, prefira gelo picado ou triturado. Coloque em um saco ou uma bolsa própria para gelo. Retire o ar de dentro do saco ou da bolsa e aplique no local, realizando uma leve compressão.

"Para o uso de calor, você pode utilizar um bolsa para água quente ou fazer um calor úmido. Para uso da bolsa, aqueça a água em uma temperatura suportável e aplique no local. Para realizar um calor úmido, coloque uma toalha molhada no forno de micro-ondas por um minuto, retire e verifique a temperatura, para ver se está dentro do suportável para o local de aplicação; em seguida, aplique no local", reforça Regi. 

E claro, não deixe de assistir ao vídeo que preparamos com todo amor para você! Corra lá nas redes sociais da AnaMaria. Te espero lá!!

*BIANCA VILELA é autora do livro Respire, mestre em fisiologia do exercício pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), palestrante e produtora de conteúdo. Desenvolve programas de saúde in company em grandes empresas por todo o país há mais de 15 anos. Na AnaMaria fala sobre saúde no trabalho, produtividade e mudança de hábitos. Instagram: @biancavilelaoficial

Último acesso: 20 Oct 2021 - 14:29:08 (1150038).