AnaMaria
Coronavírus / Famosos

Aos 43 anos, irmã de Sabrina Sato detalha luta contra a Covid-19: ''Pulmão estava 50% tomado''

Karina Sato ficou 13 dias internada após complicações da doença

Da Redação Publicado em 19/05/2021, às 13h06 - Atualizado às 13h34

Karina Sato hospitalizada - Instagram/@sabrinasato
Karina Sato hospitalizada - Instagram/@sabrinasato

Irmã de SabrinaSato, KarinaSato enfrentou uma luta contra a Covid-19. Em entrevista ao jornal O Globo, divulgada nesta quarta-feira (19), a empresária do ramo artístico contou como foi ficar 13 dias hospitalizada, após apresentar complicações da doença.

"Sem minimizar o problema, parecia uma gripe leve [no início]. De repente, a coisa evoluiu e um exame constatou que meu pulmão estava 50% tomado e Sabrina me convenceu que o melhor seria eu me internar para um tratamento mais eficaz", detalhou ela ao veículo.

Aos 43 anos, Karina disse que, antes de pegar a doença, ela mantinha todos os cuidados para evitar a contaminação: "Estava realmente neurótica. Ficava o tempo todo trancada na minha sala no escritório, não abria mão da máscara e o álcool gel era meu companheiro constante. Só saía de casa se realmente fosse para fazer algo importante ou para trabalhar. Para mim, não existia vida social".

Além disso, a empresária contou que os médicos chegaram a cogitar entubá-la, mas decidiram esperar uma melhora em 24 horas: "Graças a Deus, não precisei".

Karina ainda disse que o apoio de Sabrina Sato foi essencial: "Com todo o risco, minha irmã, que teve Covid-19 no fim do ano passado, não saiu do lado no hospital assim que deixei de transmitir o vírus. Estivemos sempre juntas. Temos essa ligação".