AnaMaria
Coronavírus / novo coronavírus

Quarentena no Estado de São Paulo é prorrogada até 10 de maio

Até o momento, São Paulo registra 853 mortes e 11.568 casos confirmados do novo coronavírus

Da Redação Publicado em 17/04/2020, às 14h08 - Atualizado às 14h12

Essa é a segunda prorrogação do decreto, que iniciou em 24 de março - Globo
Essa é a segunda prorrogação do decreto, que iniciou em 24 de março - Globo

Governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB) anunciou, nesta sexta-feira (17), que o período de quarentena se estenderá até o dia 10 de maio. O decreto visa diminuir a curva de crescimento dos contaminados pelo novo coronavírus (Covid-19). 

"Até o dia 10 de maio, domingo, está prorrogada a decisão no estado de São Paulo, valendo a prorrogação para os 645 municípios do estado de São Paulo. A prorrogação foi amparada pelo Grupo de Contingência da Covid-19, um comitê médico composto por 15 membros, são especialistas, eles que orientam todas as decisões tomadas pelo governo do estado de São Paulo e também da Prefeitura de São Paulo", afirmou o político.

Na coletiva de imprensa, Doria afirmou que segue as recomendações das autoridades sanitárias. "Há um mês, aqui em São Paulo, tínhamos a primeira morte. Hoje já são 853 mortes. Infelizmente, os casos estão em expansão", continuou.

O governador falou que para reabrir o comércio e os serviços, é preciso ter o sistema de saúde também em condições de atendimento para salvar vidas. "Aqui não tomamos medidas irresponsáveis, precipitadas ou baseadas no achismo ou ideologia", disparou. 

O início da quarentena ocorreu no dia 24 de março, nos 645 municípios do estado. Até o momento, São Paulo registra 853 mortes provocadas pelo novo coronavírus e 11.568 casos confirmados da doença. 

“Há um mês tínhamos a primeira morte [por coronavírus]. Hoje já são 853. Infelizmente, os casos estão em expansão. As enfermarias dos hospitais públicos estão recebendo muitos pacientes e alguns deles já estão no limite”, ressaltou.