AnaMaria

Corte que é sem corte?

Dois especialistas revelam como é feito o blunt cut, o corte reto, que é simples, mas deixa o estilo de qualquer mulher muito mais moderno

Júlia Arbex Publicado em 27/02/2017, às 14h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Blunt cut: o corte que é sem corte - Getty images/Renato Rocha Miranda/Globo/Reprodução Instagram
Blunt cut: o corte que é sem corte - Getty images/Renato Rocha Miranda/Globo/Reprodução Instagram
É tendência
Se você está louca para cortar o cabelo e dar uma repaginada no visual, fique de olho nessa novidade! O blunt cut (que significa “sem corte” em português e pronuncia-se “blãnt cãt”) está com tudo no exterior. Famosas como a socialite e supercelebridade da internet Kim Kardashian, a modelo Cara Delevingne e a atriz Sandra Bullock já estão usando o modelo. E a moda no Brasil está ganhando força agora: a atriz Camila Pitanga já adotou o estilão!


Detalhes
O blunt cut segue a tendência minimalista. Ou seja, mesmo sendo um corte trabalhado, tem o propósito de trazer simplicidade, leveza e limpeza ao look. “Seja liso ou enrolado, o corte tem a base reta, com levíssimas camadas. A parte frontal do cabelo fica um pouquinho mais comprida que o restante”, explica Bruno Ximendes, hair stylist do CKamura SP. Segundo o visagista Wilson Farias, do Etnic Cabelo e Estética (SP), o desfiado e a desconexão das pontas dão leveza, charme e balanço. Para os profissionais, a tendência é uma ótima opção para as mulheres que querem dar um novo ar à aparência, mas têm medo de radicalizar. “O comprimento pode variar da altura do queixo até acima do ombro. Esse tamanho é superversátil e combina com todas”, afirma Ximendes.


Diferença entre os cortes
Você já deve ter ouvido falar no long bob, opção de famosas como Bruna Marquezine e Alessandra Ambrosio. Apesar de parecer com o blunt cut, eles são bem diferentes. “No long bob, o cabelo fica abaixo do ombro ou pouco acima do peito. A base é reta, o comprimento tem leves camadas e as pontas são irregulares, bastante alongadas na parte da frente”, esclarece Ximendes. No blunt, as camadas são sutis.


Para lisas e cacheadas
Quem tem fios enrolados deve ter ouvido pelo menos uma vez na vida falar que cabelo curto não lhe cai bem. Mas quem disse isso errou feio! Segundo os especialistas, este corte se adapta em todas, das lisas às cacheadas. “Porém, é importante frisar que dá volume. Por isso, quem tem o cabelo cacheado ou crespo deve, sim, gostar do cabelo natural e assumir de vez os cachos”, diz Ximendes. Dá para ver pelas fotos como o estilo combina com todos os tipos de fio (inclusive com escova)!


Finalização é tudo!
A finalização arremata qualquer visual. “Gosto quando os fios estão escovados e pranchados, tanto com as pontas para dentro quanto para fora. Agora, se for enrolado, recomendo aplicar um leave-in por todo o comprimento. Ele vai dar forma aos cachos, reduzir o frizz e dar brilho”, afirma Farias. Ximendes diz que gosta de cabelos com um ar mais despojado. “Por isso, depois da lavagem, indico colocar um pouco de produto com efeito praiano, como se estivesse acabado de sair do mar”, explica ele.


Veja nas fotos abaixo as celebridades que estão arrasando com o blunt cut