AnaMaria

Mitos e verdades sobre o desbotamento

Cabelos tingidos perdem o brilho com o passar do tempo. Saiba por que isso acontece e veja como driblar o problema sem precisar ir ao salão!

Ana Bardella Publicado em 13/08/2018, às 14h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Mitos e verdades sobre o desbotamento - iStock
Mitos e verdades sobre o desbotamento - iStock

Quem tinge o cabelo com frequência sabe que, logo depois de aplicar a coloração, os fios ficam com aspecto saudável, vivo e brilhante. Mas essa alegria não costuma durar muito: com o passar das semanas, eles podem ficar opacos e (dependendo do tom escolhido) até com uma cor diferente da que você escolheu. Para muita gente, a solução é voltar ao salão ou reaplicar a tinta em casa. Mas há outros meios de permanecer com o visual em dia sem precisar gastar tanto. Confira os mitos e verdades quando se trata de desbotamento capilar e aprenda a prevenir o problema!

Quanto mais clara a tintura, mais rápido ela desbota?
VERDADE. “As colorações mais claras possuem menos pigmento e, por isso, saem mais facilmente”, explica Vitor Belatatti, cabeleireiro do In Beauty Luxury de Campinas. Além disso, para atingir certos tons, como ruivo claro ou loiro, pode ser necessário descolorir os fios. “Nesses casos, o pó descolorante abre as cutículas, retirando o pigmento natural para que o cabelo receba a nova cor. Depois, elas não se fecham completamente. Logo, o desbotamento ocorre com mais facilidade”, complementa Ronaldo Oliveira, instrutor da escola de cabeleireiros Infobeleza.

Lavar o cabelo todo dia o deixa mais apagado.
VERDADE
. Quanto mais se lava os fios tingidos, mais rápido eles perdem a cor. “Por isso, o ideal é fazer a higienização com um espaço maior de tempo. Nas semanas mais quentes, lave três vezes. Nas mais frias, duas”, indica Ronaldo. 

A escolha do xampu não interfere no desbotamento.
MITO
. Tanto o xampu quanto a máscara de tratamento ou condicionador devem ser de linhas específicas para fios tingidos. Esse
cuidado faz toda a diferença! Por quê? A composição desses cosméticos é pensada para minimizar os efeitos do desbotamento, consequentemente, prolongando a cor.

A temperatura na água não influencia no processo
MITO
. “A água quente dilata os fios, deixando suas camadas protetoras abertas. Isso faz com que o pigmento se desprenda do fio mais facilmente”, alerta Vitor. 

Chapinha e secador deixam o fio opaco.
VERDADE
. O excesso de calor danifica e resseca os cabelos. É como se eles queimassem o pigmento, deixando-os sem brilho. A dica do instrutor da Infobeleza: sempre usar um protetor térmico antes de se submeter a esses procedimentos. 

Quem tinge o cabelo precisa caprichar na hidratação.
VERDADE
. A química mexe com a estrutura dos fios e leva à perda de nutrientes. “O uso de leave-ins e óleos nutritivos, além de manter a saúde, garante brilho e ação antioxidante, que prolongam a duração da coloração por mais tempo”, ressalta o profissional  do salão In Beauty Luxury.

Máscaras tonalizantes ajudam na manutenção da cor.
VERDADE
. Assim que notar que o cabelo está começando a desbotar, vale a pena investir no uso de uma máscara com coloração. “Elas devolvem aos fios o viço e o brilho”, garante Ronaldo. De acordo com as orientações dele, o ideal é usá-las a cada 15 dias. Por serem de fácil aplicação, pode ser feito em casa, no banho. Assim, na próxima ida ao salão, você poderá retocar apenas a raiz, o que fica bem mais em conta!