AnaMaria

Saiba qual o óleo certo para o seu tipo de cabelo

Com tantas opções, pode ser difícil decidir pelo produto que oferece mais benefícios para o seu fio

Redação Publicado em 26/05/2019, às 17h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Saiba qual o óleo certo para o seu tipo de cabelo. - Banco de Imagens
Saiba qual o óleo certo para o seu tipo de cabelo. - Banco de Imagens

Que os óleos têm efeitos surpreendentes sobre os fios não é novidade. No entanto, cada versão age de uma maneira sobre o cabelo e, por isso, alguns são mais indicados para os fios danificados pela química, outros para os pouco encorpados, alguns para os cacheados e assim por diante. A dermatologista Mariana Luchin ensina como aproveitar cada opção da melhor maneira.

Argan - Crespos e cacheados
Aumenta a elasticidade, dá brilho e maciez, além de combater a queda

Buriti - Lisos e finos
Deixa os cabelos mais brilhantes, sem efeito pesado

Coco - Danificados por tratamentos químicos
Age profundamente, hidratando e combatendo o frizz

Macadâmia e rícino - Secos e finos
São ricos em vitaminas, por isso devolvem o brilho, fazendo com que fiquem mais fortes e espessos

A FORMA CORRETA DE APLICAR
A profissional explica que um dos segredos dos óleos está na maneira como vão parar nos fios. “A aplicação da substância pura pode ser feita no cabelo seco ou úmido. Em ambos os casos, o óleo deve ser passado somente nas pontas”, ensina. 

“O ideal é não espalhar no cabelo antes do secador nem da chapinha”, complementa a dermatologista Elaine Umehara. “Quem tem fio oleoso deve utilizar uma ou duas vezes por semana”, recomenda Mariana. 

Já para as mulheres que costumam fazer procedimentos químicos, tais como escova progressiva e coloração, a indicação é usar o óleo diariamente até que eles se recuperem. “A quantidade ideal são duas gotas para cabelos finos e de duas a três gotas nos médios ou grossos”, finaliza.

UMECTAÇÃO: SALVAÇÃO CASEIRA DOS FIOS
“Trata-se de uma técnica para nutrição e ajuda muito no processo de recuperação pós-química ou na manutenção de um cabelo saudável”, explica Mariana. 

Para realizar o procedimento, aplique duas colheres (sopa) do óleo indicado para o seu tipo de cabelo ou o suficiente para todo o comprimento e pontas, evitando a raiz. 

Deixe absorver por duas horas e lave em seguida, com xampu e condicionador. Não faça mais de uma vez por semana, pois isso pode deixá-lo pesado

MISTURAR AO CONDICIONADOR? MELHOR NÃO
“Os óleos devem ser usados de forma isolada, pois, quando misturados, existe risco de incompatibilidade entre substâncias, o que pode deixar o fio pesado, sem vida e, na pior das hipóteses, provocar uma alergia”, alerta Mariana. O melhor, segundo a profissional, é procurar por cosméticos que já possuam os óleos na composição.