AnaMaria

31 maneiras de queimar calorias...

... de um jeito “preguiçoso”. Conheça alimentos e atitudes que ajudam a enxugar quilos extras sem dieta nem academia

Izabel Duva Rapoport Publicado em 01/08/2017, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

31 maneiras de queimar calorias... - iStock
31 maneiras de queimar calorias... - iStock
Acredite: é possível emagrecer sem contar calorias nem levantar peso. O segredo? Mudar hábitos e apostar em um estilo de vida mais saudável. “Adotar medidas no dia a dia que aumentam o gasto calórico ajudam a emagrecer, mas o ideal é focar na saúde e não apenas na perda de peso”, afirma o nutrólogo Pedro Andrade, especialista da Clínica Mais. Para quem está com dificuldade de conciliar dieta balanceada com exercícios físicos regulares, seguem 31 dicas poderosas para perder costumes nocivos à saúde aos poucos e entrar em forma.

1 Tome muita água
“A desidratação aumenta os níveis de hormônios que favorecem o ganho de gordura”, explica Pedro, que recomenda oito copos ao dia. Dois deles meia hora antes da refeição para aumentar a saciedade. Logo, você come menos. 

2 Sem líquidos na refeição 
Qualquer bebida ingerida enquanto come dilui as enzimas digestivas e prejudica a absorção dos nutrientes. “A má digestão alimenta bactérias intestinais que ajudam no ganho de gordura”, diz o nutrólogo. 

3 Água com limão 
Tomar meio limão com 200 ml de água ao acordar melhora a disposição e ajuda a perder peso. 

4 Já pra pista de dança
Além de ser fácil, mantém o pique em alta, 4 promove amizades e despacha calorias.

5 Lave seu carro
Imagine se divertir, economizar dinheiro e ainda emagrecer? Prepare o balde, a esponja e o sabão e encontre energia para deixar o automóvel limpinho.

6 Sexo em dia
Segundo pesquisa norte-americana, a queima calórica de uma hora de sexo equivale à meia hora de corrida. 

7 Passeie com o pet 
Reserve meia hora do dia para sair com o cachorro. Caminhar com ele é agradável, estimula a circulação do corpo, melhora a saúde do coração e derrete 200 calorias. “Use um tênis específico para a caminhada, pois um calçado inadequado pode trazer prejuízos ao corpo”, alerta a personal trainer Camila Abil Russ. 

8 Ande enquanto fala no celular 
Aproveite que vai atender ao telefone e caminhe como se estivesse atrasada para chegar a algum lugar. A perda de peso pode ser baixa, mas é melhor do que ficar parada. 

9 Menos comida... ... mais vezes! 
Faça seis pequenas refeições ao dia. O organismo perceberá que não ficará tanto tempo sem alimento e não estocará caloria. E atenção à quantidade! “Comer de três em três horas não serve para todos. Isso depende dos resultados dos exames sanguíneos e do estilo de vida de cada um”, diz Pedro.  

10 Aprenda a meditar 
O estresse e a ansiedade levam as pessoas a comer em excesso. Se anda nervosa, considere frequentar aulas de meditação ou respire profundo em momentos de tensão. Nenhum remédio tem efeito melhor.

11 Não pule refeições
Ficar sem comer engorda mais do que se alimentar de forma inadequada. Sem comida, o corpo diminui o metabolismo e estoca o alimento consumido em seguida como gordura. 

12 Boa noite de sono 
Durma o suficiente, tenha horários regulares para deitar e acordar, e abuse de hábitos relaxantes antes de dormir, como ler e conversar – esqueça o celular! “O sono produz hormônios responsáveis pela queima de gordura”, conta Pedro. Dormir pouco e ter uma noite ruim aumenta o cansaço, a fome e o apetite por comidas gordurosas. 

13 Olho nos lanches 
Não vale comer uma coxinha à tarde. Prefira frutas, de preferência ácidas, como laranja, limão e abacaxi. Diuréticas, elas minimizam a retenção líquida. Dica: tenha frutas desidratadas ou biscoitos de fibras integrais sempre à mão. 

14 Deixe a travessa longe da mesa. 
Na hora da refeição, faça o prato na cozinha e vá para a mesa sem travessas de comida na sua frente. Isso ajuda a não repetir.

15 Boca fechada
Conversar enquanto come é divertido, mas prejudica a saúde. “A entrada de ar dificulta a digestão, aumenta os gases e promove o estufamento abdominal”, afirma o educador físico José Ribeiro. 

16 Reduza o álcool
 Ele atua como depressor do sistema nervoso central, é calórico e fonte ruim de carboidrato. “O álcool interfere no metabolismo ou absorção de outros nutrientes”, diz Roberto Debski, médico e diretor da clínica Ser Integral. 

17 Prefira alimentos naturais 
Não se trata de restrição. Os itens industrializados têm muita caloria e pouco valor nutricional, ou seja, não alimentam e engordam. “Opções naturais equilibram o organismo, refletindo no corpo, na mente e na saúde”, afirma Roberto.

18 Vá de escada 
Subir degraus aumenta a frequência cardíaca e acelera o metabolismo. A dica é alternar a velocidade a cada lance de escada: um mais rápido e outro mais devagar para o corpo não se acostumar e o exercício acabar perdendo o efeito.

19 Xô, farinha branca e açúcar 
Esses ingredientes fazem o organismo produzir muita insulina, hormônio que favorece o acúmulo de gordura e ainda estimula o apetite. Não fica sem um docinho? Opte por comer logo depois do almoço, pois a comida segura o índice glicêmico e evita os picos de insulina. 

20 Coma o que emagrece 
Ingerir alimentos que não engordam faz bem. Fato. Mas é maravilhoso comer algo que emagrece. Isso existe e tem nome: termogênico. Eles precisam de maior queima de energia para serem digeridos e, por isso, aumentam o gasto calórico, aceleram o metabolismo e ajudam a secar. São eles: pimenta vermelha, chá-verde, café, canela, gengibre, chá de hibisco, salmão e óleo de coco. Tudo moderadamente.

21 Use pratos menores
Para controlar a quantidade da refeição, opte por uma louça que caiba pouca comida.

22 Mais saciedade 
As oleaginosas (castanha-do-pará e amendoim), o abacate e as proteínas (carnes magras) aumentam a saciedade. A fibra, presente em cereais, frutas e hortaliças também dão o mesmo efeito. 

23 Inclua queijo na sobremesa 
Segundo estudo irlandês, comer um pedaço pequeno de queijo após a refeição aumenta a capacidade do organismo de queimar gordura. O mérito é do ácido linoleico conjugado, presente no alimento. 

24 Carro na garagem
Vá a pé ou de bicicleta e, a cada hora, adeus mais de 300 calorias. 

25 Jardim magro 
Cuidar de plantas dá trabalho e exige esforço. Mas relaxa e seca. 

26 Desça do ônibus 
Salte do coletivo um ponto antes do seu destino e ande pelo bairro vizinho. 

27 Gerencie emoções 
Saiba a diferença entre fome física e psicológica. Muitas pessoas encontram nas refeições a compensação para suprir emoções ruins. Antes de avançar no chocolate, descubra se a fome é verdadeira ou apenas fuga. É a segunda alternativa? Busque outra maneira de resolver seu problema.  

28 Mastigue! 
Quanto mais (e melhor) mastigarmos, mais o organismo liberará hormônios anorexígenos, como GLP1 e leptina, garantindo saciedade rapidamente. 

29 Prefira frutas em vez dos sucos 
Tomar suco natural faz bem, mas a fruta in natura é melhor ainda. “Na produção do suco se separa as fibras da frutose, aumentando o índice glicêmico durante a ingestão. A frutose vira gordura no organismo, sobrecarregando o fígado”, diz Pedro. 

30 Não fume 
Fumar aumenta a inflamação do corpo e, a longo prazo, diminui a oxidação de gorduras, deixando o metabolismo mais lento.

31 Caia na gargalhada
Rir acelera o ritmo cardíaco e o metabolismo. Então, invista nas comédias, nas piadas, nos amigos e seja feliz!