AnaMaria

7 respostas sobre o saque do FGTS

Medida anunciada pelo governo vai beneficiar mais de 10 milhões de trabalhadores

Raquel Maldonado Publicado em 06/03/2017, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

7 respostas sobre o saque do FGTS - Shutterstock
7 respostas sobre o saque do FGTS - Shutterstock
Se você estava na correria e ainda não teve tempo para entender direito a medida que permite ao trabalhador sacar todo o FGTS de contas inativas, nós vamos te explicar tudo bem direitinho.


1 O que mudou?
Os trabalhadores poderão tirar todo o dinheiro do FGTS aplicado em contas que estavam inativas em 31 de dezembro de 2015. As contas inativas são criadas quando o trabalhador deixa o emprego e a conta passa a não receber mais depósitos do empregador. Antes, só podia sacar o dinheiro após demissão sem justa causa, ao se aposentar, para comprar a casa ou após três anos desempregado.


2 Posso ter mais de uma conta inativa?
Sim. Cada emprego com carteira assinada que você teve corresponde a uma conta diferente. Pode tirar o dinheiro de quantas contas inativas quiser e não há limite do valor a ser sacado.


3 Já posso tirar o dinheiro?
Calma, ainda não. Em fevereiro, o governo anunciará um calendário de saque com base na data de nascimento dos trabalhadores.


4 Posso usar o dinheiro pra quê?
No início, o governo havia pensado em permitir o saque só para pagar dívidas. Mas o que ficou estabelecido é que os trabalhadores
poderão usar o recurso para qualquer finalidade. Assim, entra grana no país!


5 Dá pra sacar o FGTS do meu emprego atual?
Não. Essa conta é considerada ativa, pois continua recebendo depósitos mensais do seu empregador atual.


6 Como consultar o saldo das contas inativas?
Pelo site da Caixa Econômica (bit.ly/1jCYCyr). É só digitar o número de Identificação Social (NIS) e cadastrar uma senha. Se você não tiver acesso à internet, use seu cartão cidadão em terminais de atendimento da Caixa.


7 Não tenho saldo em contas inativas. É possível?
Sim. Se você já sacou o FGTS em algum outro momento, como quando foi demitida ou para comprar uma casa, possivelmente
não tem dinheiro guardado. Se tiver alguma dúvida, ligue na Caixa pelo telefone 0800 726 0207.