AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria
Notícias / Famosos / Pronunciamento

Anitta se revolta com o desmatamento e o assassinato de ativistas

A cantora comentou sobre o desaparecimento de Dom Phillips e Bruno Pereira

Da Redação Publicado em 14/06/2022, às 17h04

Anitta ainda atacou o governo e a omissão de seus integrantes nesses casos - Reprodução/Instagram
Anitta ainda atacou o governo e a omissão de seus integrantes nesses casos - Reprodução/Instagram

Anittase revoltou, nesta terça-feira (14), com as mortes de ativistas que lutam pelo meio ambiente, em meio à questão do desaparecimento do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira.

A cantora publicou fotos de reportagens sobre pessoas e grupos que lutaram pelo meio ambiente e morreram por isso, entre eles, o jornalista, sumido há mais de uma semana.

“É isso que acontece a qualquer um que tente lutar contra a devastação da Amazônia e a aniquilação de indígenas”, começou na legenda.

A diva pop ainda atacou o governo, dizendo que seus integrantes sabem o que acontece na Amazônia, mas permanecem indiferentes pelo interesse que têm no agronegócio e na exploração de madeira e ouro. “O dinheiro sempre falando mais alto que o meio ambiente”, criticou.

No final, Anitta se revoltou com essa situação, condenando “todos aqueles que acreditam que podem viver sem a natureza, água e oxigênio”. “Eu estou tão cansada dessa baboseira. Justiça!”, pediu a cantora.

Nos comentários da postagem, os seguidores da Garota do Rio comentaram: “Obrigada por usar sua voz para nossas causas!” e “Obrigada, em nome de todos os brasileiros, por nos representar e levar as causas para o grande público mundo afora”.

Confira a publicação de Anitta:

DESAPARECIMENTO

Alessandra Sampaio, esposa do jornalista britânico Dom Phillips, afirmou que os corpos do marido e do indigenista Bruno Pereira foram encontrados nesta segunda-feira (13). Os dois estavam desaparecidos há mais de uma semana após viagem à Terra Indígena Vale do Javari, no Amazonas.

A mulher informou que recebeu uma ligação da Polícia Federal (PF) confirmando a localização dos corpos, porém que eles ainda precisavam ser identificados. As informações foram ratificadas aos irmãos de Dom pela Embaixada Britânica, com informou o jornal The Guardian, para o qual o jornalista trabalhava. 

“Ele [embaixador brasileiro no Reino Unido] não descreveu a localização e disse que foi na floresta e que estavam amarrados a um árvore e ainda não haviam sido identificados'', revelou o cunhado de Phillips, Paul Sherwood

Enquanto isso, as autoridades brasileiras e associação indígena que denunciou o desaparecimento dos dois não confirmaram a morte deles até a publicação desta nota.

DESAPARECIMENTO

Dom Phillips e Bruno Pereira foram vistos pela última vez no penúltimo domingo (5), na comunidade São Rafael. De lá, eles partiram em uma viagem de cerca de duas horas rumo à Atalaia do Norte, porém nunca chegaram ao destino desejado.

{# Taboola Newsroom #}