AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Caio Castro desabafa sobre ter que pagar em encontros: “Não quero essa sensação de eu ter que sustentar”

Caio Castro revelou que se incomoda quando se sente obrigado a pagar a conta em um encontro

Da Redação Publicado em 26/07/2022, às 19h39

Caio Castro diz que não gosta de se sentir obrigado a pagar em um encontro - Instagram/@caiocastro
Caio Castro diz que não gosta de se sentir obrigado a pagar em um encontro - Instagram/@caiocastro

Caio Castro participou do podcast ‘Sua Brother’, de Renatinha Diniz, e desabafou sobre a obrigação de homens em pagar a conta em encontros. 

O ator não concorda com a "regra" e reclamou sobre essa cobrança. Ele disse que não se importa de pagar a conta, mas que não gosta da sensação de se sentir obrigado a isso.

“Tem uma diferença entre você pagar a conta e você ter que pagar a conta. Me incomoda muito, muito, que é o que não quero, essa sensação de eu ter que sustentar, de eu ter que pagar, eu ter que isso… Eu tenho p*rra nenhuma, para começar”, iniciou.

“Faço questão de te chamar para jantar, vou ao banheiro e já pago a conta. Não chega nem conta. Já está tudo certo. Faço questão de fazer essas coisas assim”, continuou.

O ator finalizou dizendo que fica incomodado quando a pessoa joga esse papel em suas costas.

“Agora, pediu a conta, não se mexeu e nem perguntou, como se eu tivesse esse papel? Nunca! Não é minha filha”, concluiu.

Confira:

MASCULINIDADE TÓXICA

Ainda no mesmo podcast, Caio Castro contou sobre inseguranças do passado, masculinidade tóxica e sobre ser uma pessoa mais livre com os seus sentimentos.

O ator confessa que a sua maturidade o ajudou a deixar a masculinidade toxica. “É óbvio que a gente entra mais nessa questão com um amigo ou com a gente mesmo, mas tem um grupo, uma parcela de meninas que não ajuda, que faz questão de (cobrar)... ‘E aí, meu?’, ‘Nossa!’ É sério mesmo? Dá vontade de falar; ‘Quantos anos você tem?’”, iniciou.

Antes de viver um relacionamento com Daiane de Paula, Caio falou que em sua vida de solteiro só queria fazer sexo casual. “Saía com mulheres, não estava muito preocupado e elas também não. Todo mundo nessa fase mais jovem passa por isso. É normal, tá ligado? Ah, foi só sexo? Tudo certo. Não tem nada de errado nisso”, relatou o ator.

Caio comentou sobre a masculinidade tóxica, afirmando que finalmente se livrou dela e que, por isso, hoje se sente mais livre. “Eu sentia vergonha, às vezes, de me emocionar com alguma coisa, segurava choro em coisas simples: filme... Eu não tenho que ser durão, tenho que ser humano, tenho que tentar corrigir essas coisas que fazem mal pra mim”, contou.

Mais humano, o namorado de Daiana completou: “Tenho minhas fragilidades, tenho minhas inseguranças em alguns lugares, tenho vontade de chorar por coisa que triste, sim, e tenho vontade de chorar por outras coisas que são felizes (...) Hoje sou um cara muito livre. É transformador”.