AnaMaria

Cid Moreira é acusado de abandonar os filhos: ‘‘Não entendo a raiva que tem de mim’’

Rodrigo e Roger Moreira perderam o contato com o pai e pediram indenização

Da Redação Publicado em 16/07/2021, às 10h48 - Atualizado às 10h48

Jornalista, de 93 anos, é casado com Fátima Sampaio - Instagram/@ocidmoreira
Jornalista, de 93 anos, é casado com Fátima Sampaio - Instagram/@ocidmoreira

O nome Cid Moreira foi envolvido em uma grande polêmica, na última semana, após os dois filhos do jornalista acusarem o pai de abandono. Rodrigo, de 52 anos, e Roger Moreira, de 45, cederam entrevista ao programa ‘Balanço Geral’, da RecordTv!, em que falaram sobre a relação complicada que mantinham com o patriarca da família. 

Primeiro, Roger contou que foi adotado pelo âncora aos 20 anos de idade, porém, alguns anos mais tarde, Cid Moreira resolveu deserdá-lo. “Foi uma vida normal, ele sempre foi muito preocupado com meu futuro. Ele era casado com minha tia [Ulhiana Naumtchyk]. Eles foram ao Sul e eu vim passar o Dia da Criança aqui no Rio. Houve aquela ligação”, começou contando. 

O rapaz exibiu um documento atribuído a Cid Moreira, em que o jornalista diz se arrepender de adotá-lo. “Tinha 14 anos e fui adotado com 20. Foi quando eu decidi viver a minha vida [que houve a mudança na relação deles]. As coisas passaram a mudar um pouco”, afirmou. 

Por sua vez, Rodrigo é filho biológico do apresentador, porém perdeu o contato com o pai aos dois anos de idade. O afastamento aconteceu após o divórcio entre o jornalista e Olga Verônica, mãe de Rodrigo, que teria acontecido após o jornalista agredir o bebê. Apesar disso, o comunicador continuou pagando pensão alimentícia até ele completar 18 anos.

Em 2006, o comerciante chegou a abrir um processo contra Cid por abandono afetivo e pediu R$ 1 milhão na justiça, porém acabou perdendo. "Ele não quer ser meu pai. Eu perdi o processo e deixei quieto, não quis mais mexer nessa ferida", disse.

Rodrigo desabafou sobre os sentimentos ao ser abandonado ainda na infância: "Esse assunto me machuca demais, é parte da minha vida que eu gostaria de enterrar, mas não tem como. Sequelas ficaram disso e vão ficar pra sempre, eu amenizo e tento esquecer. Mas relembrando tudo isso eu não me sinto bem. Me machuca, não entendo que raiva ele tem de mim. Nunca fiz nada pra ele".