famosos   / Acusações

Defesa de Nego do Borel rebate declarações de Duda Reis e diz que vai ''provar inocência''

Modelo afirmou que o funkeiro foi indiciado por violência doméstica

Da Redação Publicado sábado 18 setembro, 2021

Modelo afirmou que o funkeiro foi indiciado por violência doméstica
Nego do Borel e Duda Reis terminaram o noivado no final de 2020 - Instagram

A defesa de Nego do Borel compartilhou um comunicado para rebater as declarações de Duda Reis, ex-namorada do cantor, que afirmou que ele foi indiciado por violência doméstica, na manhã deste sábado (18). Os advogados do artista desmentiram a jovem e disseram que Nego responderá “por lesão corporal devido a perturbações psíquicas”. 

“A equipe jurídica do cantor Nego do Borel vem esclarecer, diante dos recentes fatos que estão sendo postados sobre o indiciamento do cantor, que ele foi indiciado por lesão corporal devido a perturbações psíquicas, segundo a autoridade policial, e não por agressão física, como a primeira vista parece”, afirmaram. 

Quando terminou o relacionamento, Duda acusou Nego de estupro, de agressões físicas, de ter um fuzil em casa, de guardar alta quantia em dinheiro, de ter lhe passado HPV, e de ter lhe ameaçado. No entanto, de acordo com a equipe de defesa do funkeiro, "a Delegada não encontrou provas que justificassem o indiciamento do Leno [Nego do Borel] por nenhum outro crime."

Para concluir, os advogados garantiram que "é só questão de tempo para o Leno também provar sua inocência, pois carece de comprovação fática a qual não se sustentará no processo penal, onde estarão presentes os princípios da ampla defesa e do contraditório."

Vale lembrar que Duda e Nego terminaram o noivado em dezembro passado, após quase três anos de relacionamento. 

 

 

ACUSAÇÕES

Na última sexta-feira (17), a atriz Duda Reis foi a público e revelou que Nego do Borel, seu ex-noivo, foi indiciado por violência doméstica. Além dela, outras duas mulheres já haviam denunciado o cantor por agressão física e psicológica. 

O caso voltou a tomar conta das redes sociais após uma conversa polêmica em ‘A Fazenda 13’, onde Dayane Mello defendeu as atitudes do funkeiro e o classificou como um ‘pobre coitado’. Em diálogo com Solange Gomes, a peoa contou a história de um amigo, que teria sido acusado injustamente de agressão, e saiu em defesa do cantor. 

“Não dá pra acreditar, tem gente que, para mudar de vida, ter um minuto de fama e dinheiro, inventa um milhão de coisas. Então, esse pobre coitado pode estar sofrendo uma coisa muito psicológica, muito triste, e a gente não sabe. Eu vivi com os meus amigos, ver mulheres que fazem isso só por dinheiro”, comentou Dayane. 

Por isso, o nome de Duda Reis, ex-noiva do peão, chegou a ficar entre os assuntos mais comentados do Twitter e a atriz decidiu esclarecer os fatos em um vídeo postado em sua página oficial no Instagram. 

A modelo começou explicando a história e reforçando que sua intenção não é incitar uma onda de ódio à participante do reality, mas sim tentar mostrar o discurso machista que é propagado na sociedade. “Às vezes acontecem algumas situações em que é impossível eu não me posicionar e isso não é só sobre mim, é em prol da mulher”, afirmou. 

Em seguida, Duda criticou a Record TV e explicou que situações como esta, em que a televisão dá espaço para agressores, desestimulam a mulher a denunciar e são responsáveis pela manutenção de um machismo estrutural. "Eu acho que a maior pena é uma emissora ter uma atitude como essa e, em diversos anos, colocar homens com ficha criminal em um reality, dando chances para esses homens. É muito triste e muito doloroso. É um desserviço à sociedade. A Record faz isso e é, de fato, um desserviço, porque ela tenta dar espaço para pessoas que não merecem [...]. Isso desestimula a mulher a denunciar, porque a sociedade acolhe o homem que agrediu a mulher”, declarou. 

A atriz, então, aproveitou o momento para atualizar a batalha judicial contra o ex-noivo, acusado de agressão física e psicológica em janeiro deste ano. “Hoje, o juiz decretou que o Leno Maycon, o Nego do Borel, será indiciado por agressão e violência doméstica. Além das minhas denúncias, ele tem denúncias de outras duas ex-namoradas, que também foram comprovadas. Hoje foi uma vitória muito grande para e para todas as mulheres”, revelou. 

Por fim, Duda usou o espaço para provocar uma reflexão em seus seguidores acerca do assunto. “Essa é a realidade de milhares de mulheres no mundo inteiro, todos os dias. E é por causa de atitudes assim que o número de feminicídios só aumenta [...]. Não sejam responsáveis por aumentar o número de feminicídios e desestimular a mulher a denunciar, porque quem duvida já faz parte”, finalizou. 
 

 

Último acesso: 20 Oct 2021 - 03:20:35 (1150151).