AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Juiz determina que Luva de Pedreiro deposite todo mês 30% de sua renda para seu ex-empresário

Luva de Pedreiro terá que pagar uma multa de R$ 5,2 milhões a Allan Jesus

Da Redação Publicado em 28/07/2022, às 17h15

Luva de Pedreiro terá que pagar multa de R$ 5,2 milhões a Allan Jesus - Reprodução/Instagram
Luva de Pedreiro terá que pagar multa de R$ 5,2 milhões a Allan Jesus - Reprodução/Instagram

As disputas judiciais entre o empresário Allan Jesus e Iran Ferreira, o ‘Luva de Pedreiro, seguem em andamento e dando o que falar. Dessa vez, o juiz Mário Cunha Olinto Filho decidiu que o influenciador digital deve depositar mensalmente 30% dos seus ganhos para o seu ex-agente, visto que a há uma multa de rescisão contratual a ser paga pelo jovem.

De acordo com informações do UOL e do LANCE!, Luva deverá apresentar um comprovante de suas receitas para que seja descontado os 30% de Allan Jesus, os quais estarão servindo para pagar a multa de R$ 5,2 milhões. Ou seja, atendendo à petição feita pelos advogados de Allan Jesus, Iran só estará “livre” quando a quantia a ser recebida pelo empresário for atingida.

Apesar de essa ter sido a determinação judicial até o momento, os advogados de Iran Ferreira são contrários à decisão, alegando que o baiano não tinha capacidade de compreender os termos do contrato, afinal, ele não teve a ajuda de nenhum advogado antes de assinar o documento.

Todo mês, Luva irá ter que informar quanto recebeu, incluindo os acordos fechados a partir da nova gestão de carreira do influencer. Se o jovem não depositar os 30% referentes a Allan Jesus até o quinto dia útil de cada mês, suas contas pessoais poderão ser bloqueadas.

De acordo com a defesa de Luva, a multa de R$ 5,2 milhões é “desproporcional” e “unilateral”. Além disso, os advogados acreditam que "não se pode determinar penhora de valores para pagamento de obrigação incerta, tratando-se de medida ilegal".

O processo tramita na Justiça do Rio de Janeiro, e os advogados de Iran continuam tentando formalizar o rompimento com o empresário sem precisar pagar a multa rescisória de R$ 5,2 milhões prevista no contrato firmado entre eles. Vale mencionar que, atualmente, o jovem é representado pela empresa de Falcão, ex-jogador de futsal.