AnaMaria
Famosos / Complicado!

Mãe de Marília Mendonça, comenta sobre primeiro Dia das Mães sem a cantora

Ruth Dias, mãe de Marília Mendonça, comentou sobre maternidade e a perda da filha

Da Redação Publicado em 08/05/2022, às 09h14

Mãe de Marília Mendonça, comenta sobre primeiro Dia das Mães sem a cantora - Instagram/@mariliamendonca
Mãe de Marília Mendonça, comenta sobre primeiro Dia das Mães sem a cantora - Instagram/@mariliamendonca

Marília Mendonça faleceu em novembro de 2021 e completou seis meses de sua morte na última quinta-feira (5). Ruth Dias, mãe da artista, revelou nesta semana, como será o primeiro Dia das Mães sem a presença da filha.

“Foi a maior emoção que eu senti em toda a minha vida. Todas as vezes que eu olhava para o rosto dos meus filhos na hora do parto foi a melhor coisa que eu já senti. E quando eu vi o rosto do Leo também, que deu uma continuidade”, começou ela, comentando sobre a sensação de se tornar mamãe, em entrevista para a revista Caras.

Em seguida, Ruth comentou sobre a força que está recebendo para passar o dia especial sem Marília. “Eu não tenho como falar dessa força sem falar sobre Deus na minha vida. Porque é dele que eu busco essa força. É meu primeiro Dia das Mães sem ela, virão lembranças, mas não vai deixar de ser um dia alegre com as mães que eu homenageio”,declarou.

“Porque tem a vovó do Léo de lá [parte de pai], tem a minha sogra, tem a minha pastora, tem muitas mães guerreiras que eu quero homenagear nesse dia… E com as lembranças dela, que sempre foi uma boa filha, uma boa mãe. É meu primeiro Dia das Mães sem ela, mas eu estou aqui na força que eu busco de Deus todos os dias”, completou.

A mãe de Marília também comentou que não foi uma mãe perfeita, mas nunca deixou de dar o melhor para seus filhos: “Como mãe talvez eu tenha tido algumas falhas, porque a gente não consegue ser 100% perfeito. Mas eu amei e amo muito… Eu sempre me doei muito nesse papel de mãe”.

APOIO

Por fim, Ruth aproveitou para deixar um recado para as outras mamães que também perderam seus filhos.

“Nesses tempos difíceis de pandemia muitas mães perderam filhos, muitos filhos perderam mães e nós perdemos entes queridos”, começou.

“São muitas mães sem seus filhos nesse Dias das Mães, mas a gente precisa se manter forte porque tudo é Deus, que escolhe de que jeito vai ser. A gente pode dar continuidade na vida, trabalhando, ocupando a cabeça, e usar a dor de uma forma para se beneficiar… Ou você abraça a dor e vai adoecer, perder sua paz, ou você se fortalece em Deus e toda a vida em frente”, finalizou.