AnaMaria
Famosos / Lembrança

Murilo Rosa compartilha clique antigo ao lado da esposa, Fernanda Tavares: ''Sorte a minha''

Ator relembrou momento ao lado da amada e se declarou nas redes sociais

Da Redação Publicado em 11/12/2020, às 13h16 - Atualizado em 16/12/2020, às 11h32

Murilo Rosa se declara para Fernanda Tavares - Instagram/ @murilorosa_oficial
Murilo Rosa se declara para Fernanda Tavares - Instagram/ @murilorosa_oficial

Murilo Rosa aproveitou o clima de TBT da última quinta-feira (11) para relembrar um momento especial ao lado da esposa, Fernanda Tavares.

No Instagram, o ator compartilhou um clique antigo em que aparece juninho da amada. Apaixonado, ele ainda fez questão de se declarar para a modelo. 

"#tbt com minha gata em algum lugar, num canto qualquer... Sorte a minha", escreveu ele na legenda da publicação.

O registro do casal encantou o seguidores, que lotaram o post de elogios.  

"Sorte mesmo, mulher linda", afirmou uma internauta. "Viva o amor", falou outra fã. "Ambos sortudos", completou uma terceira.

TRISTEZA

Murilo Rosa foi às redes sociais para lamentar a morte de Eduardo Galvão, 58 anos, vítima da Covid-19. 

Com uma postagem no Instagram, o ator prestou uma homenagem ao ator, que faleceu na noite da última segunda-feira (7).

"Estou completamente chocado com essa notícia. Inacreditável. Uma pessoa fora de série. Não to acreditando... uma pessoa alto astral...", começou ele na legenda da postagem. 

"Que Deus te receba e conforte sua família. Eduardo Galvão, em Despedida de solteiro, nossa, que sucesso... e tantos outros trabalhos, também um imitador de mão-cheia. Não acredito...", declarou. 

Por fim, Murilo fez questão de escrever um alerta aos seguidores e ressaltou que é preciso seguir com os cuidados contra a Covid-19.

"E não consigo parar de pensar também em todas essas pessoas, inclusive alguns amigos que minimizaram essa doença. Eu sinto tristeza nesse momento por tanta ignorância. Minimizar essa doença é um ato imperdoável. Os EUA e o Brasil lideram mundialmente com o número de mortes por total falta de humanidade. Realmente é muita estupidez junta. Junto com ele já se foram mais de 175.000 pessoas. Triste e chocante. Se cuidem e se cuidem...", concluiu.