AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Famosos / SUPERAÇÃO

“Não foi fácil”, diz Ana Furtado sobre câncer de mama

Diagnosticada há quatro anos, Ana Furtado relembrou o câncer de mama

por Guilherme Giagio Publicado em 21/10/2022, às 13h31

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Ana Furtado aproveita o Outubro Rosa para alertar sobre doença. - Instagram/@anafurtado
Ana Furtado aproveita o Outubro Rosa para alertar sobre doença. - Instagram/@anafurtado

Em entrevista à Revista Caras, a apresentadora Ana Furtado aproveitou o Outubro Rosa para relembrar a luta que viveu contra o câncer de mama. A apresentadora foi diagnosticada com a doença em 2018, e, no mesmo ano, comemorou a remissão do tumor.


"Fiz os meus exames de rastreio. Celebro em 2022 o meu 4° ano de remissão do câncer de mama e sigo aqui focada rumo à cura definitiva. Todos os anos esses exames de rastreamento estão marcados na minha agenda como prioridades inadiáveis!", disse Ana Furtado, em postagem nas redes sociais.


A ex-global se tornou ativa na conscientização contra a doença e faz questão de alertar seus seguidores sobre a importância dos exames de rotina. Como disse a apresentadora durante participação no palco do ‘Faustão na Band’, na última segunda-feira (17), “Todo mês é Outubro Rosa”.


Quando perguntada sobre o autoexame, ela aproveitou para reforçar a importância do hábito considerado fundamental para o descobrimento da doença em estágios iniciais, o que facilita as chances de cura.


“Faço constantemente e há muitos anos o autoexame durante o banho. Momento ideal para apalpar as mamas até as axilas, para investigar se tem algum caroço ou algo diferente. Em 2018, senti um caroço e corri para minha ginecologista e mastologista, que me indicou fazer os exames de imagem que incluíram a mamografia, ultrassonografia e ressonância das mamas. Uma autópsia também foi solicitada e, em três dias, descobri que se tratava de um câncer. Tive muita sorte! Peguei logo no início”, disse Ana. 


Na sequência, a esposa de Boninho alertou também sobre as consultas com profissionais: “É muito importante dizer que o autoexame não substitui os exames de rotina, pois nem todos os tumores são palpáveis”, alertou.


Sobre o tratamento, Ana Furtado assumiu que não foi fácil. “Fiz quimioterapia, radioterapia e sigo fazendo o bloqueio hormonal até completar cinco anos do início do tratamento. Quimio e rádio são devastadores. Tratamentos duros. Não foi fácil, mas foi possível. Apenas agradeço pela oportunidade de estar viva e, em breve, ser definitivamente considerada curada”, declarou ela.


Após 26 anos, a apresentadora deixou a TV Globo e afirmou encerrar o ciclo agradecida e feliz. Ana ainda se diz cheia de energia e dedica seu tempo para projetos e planos futuros. E, como ela mesmo disse, com um objetivo principal: ser feliz.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!