famosos   / Entrevista

Nicole Bahls fala sobre separação: ‘’Deus me livrou, não era para mim’’

Em entrevista, modelo e apresentadora comentou sobre a fama, saúde e bem-estar

Karla Precioso Publicado domingo 17 outubro, 2021

Em entrevista, modelo e apresentadora comentou sobre a fama, saúde e bem-estar
Nicole Bahls comenta sobre fama, saúde e bem-estar - Instagram/@nicolebahls

Nicole Bahls surgiu na televisão em 2007, quando venceu o concurso Musa do Brasileirão, promovido pelo Globo Esporte, da Globo. Mas a fama começou a crescer mesmo em 2009, como uma das Panicats do Pânico na TV, da Band. Em 2012, integrou o elenco do reality A Fazenda, da RecordTV. Anos depois, venceu a quarta temporada do Power Couple Brasil, na mesma emissora. Ainda fez uma participação especial no filme Superpai, apresentou o programa Corpo em Forma, no canal por assinatura E+TV, e foi assistente de palco do Ferdinando Show, no Multishow. No cinema, atuou em Correndo Atrás ao lado de grandes nomes, como Helio de La Peña, Aílton Graça e Tonico Pereira. Ainda participou do maior teatro ao ar livre do mundo, com a peça Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, como a rainha Herodíades. Em fevereiro deste ano, participou de mais um reality, o Ilhados com Beats, junto com Anitta e outros famosos, sendo destaque pelo seu jeito extrovertido e espontâneo. 

Aos 35 anos, com a autenticidade que lhe é peculiar, Nicole mantém sua rede de fãs, além de mostrar a autoconfiança de uma mulher que sabe o que quer. A artista comenta sobre amadurecimento, pressão estética e separação.

Qual foi seu primeiro contato com a fama?
Meu primeiro contato foi no Pânico na TV, quando fui apresentada ao vivo, depois de ter passado por uma entrevista na rádio Jovem Pan. Sou muito grata a toda a turma do programa. 

Quais os pontos positivos e negativos de se expor num reality?
Não vejo lado negativo. Claro que, às vezes, expor nossos erros e fraquezas não é legal, mas faz parte, temos opção de ir ou não. Eu vejo só coisas boas, e uma delas é concorrer ao prêmio [risos], sem falar que é maravilhoso descansar do mundo, dar um tempinho da tecnologia... Lá não chegam boletos para pagar e não precisa ir ao supermercado. Sempre aproveitei para curtir mais a natureza... E ainda recebi um cachê pra isso. É bom demais!

Você foi convidada para participar do programa de Dani Calabresa, intitulado Dani-se, na GNT. Pisar no estúdio da Globo sempre foi um sonho?
Sempre foi e ainda é. Posso dizer que a Dani foi uma madrinha... Sem falar na querida Ana Furtado, no É de Casa. São duas pessoas que eu amo e admiro.

Projetos adiados por causa da pandemia? E perspectivas para os próximos meses?
Sempre espero o tempo certo para tudo, acho que, nesse momento, o que mais temos que aprender é lidar com a espera e alimentar a esperança de que tudo vai dar certo na hora exata. Nunca tive pressa de nada, fico sempre pronta para qualquer oportunidade, mas deixo tudo acontecer naturalmente... 

Você ficou conhecida do grande público como Panicat, do programa Pânico. Mesmo fora da atração, sempre manteve o corpo em forma. Qual o segredo, hein?
Sempre gostei de malhar e cuidar da alimentação. Um dos meus segredos é evitar o consumo de carboidratos, principalmente à noite. 

Falando em boa forma, você é adepta de alguma dieta?
Faço suplementação com polivitamínicos e vitamina D, que ajudam no crescimento dos cabelos e unhas, e colágeno – excelente para manter a pele firme. Durante o dia, bebo chá de hibisco para desinchar. No jantar, como salada e um acompanhamento leve. Isso ajuda até a dormir mais tranquila.

O que pensa a respeito da tal cultura do corpo perfeito?
Nada em excesso é legal. Tudo precisa ser dentro da medida. Mais do que um corpo perfeito, precisamos da mente tranquila, estar em paz. O corpo em forma é consequência de uma boa alimentação. Priorizo a saúde. Daí, a beleza vira consequência. Importante mesmo é ter  autoestima!

Você já revelou: “Nunca fui a mais bonita, mas sempre fui truqueira”. Quer dizer que é cheia de artimanhas?
Eu acho lindo pessoas bem-humoradas e de bem com a vida. Eu me inspiro nelas. Sorrir deixa a vida muito mais leve e mais gostosa. Essa sou eu, pode ter certeza! 

Em entrevista, você também disse que, aos 35 anos, passou por mudanças. Que mudanças são essas?
A principal mudança foi o amadurecimento, que é normal vir com o avançar da idade. Hoje tenho mais medo de morrer. Também sou mais cautelosa em tudo, desde a forma de me vestir até como me comportar [risos].

O avançar da idade assusta você?
Não, eu sempre acreditei que o envelhecer é algo muito natural e faz parte do ciclo da vida. Procuro me informar sobre reposições de vitaminas e hormônios para que isso aconteça da melhor forma possível. Tem tantas mulheres lindíssimas mais maduras... Quero envelhecer como elas. Acho chique demais ter cabelos brancos, grisalhos, ler bons livros, andar de terninho... Cada coisa no seu tempo! Claro que cuidar da mente e do corpo ajudam a alcançar a longevidade de forma mais saudável – e eu tenho meus cuidados diários desde muito jovem. Mas nada de se torturar ou se cobrar demais. Repito: o envelhecimento é um processo natural e bonito, sim!

Se considera feminista?
Sim, sou muito a favor da independência, de as mulheres colocarem os homens no lugar deles. Eles podem estar perto para somar, para deixar a gente feliz, mas não para nos entristecer um dia sequer. Minhas amigas chegam para mim e comentam sobre relacionamentos, digo que, se o homem traz paz ok, mas se deixou triste, então está na hora de repensar. Eles não podem tirar uma noite do nosso sono. Posso dizer que sou protetora e a favor das mulheres sempre, para o que for.

Quais lições você tira desse momento tenso que vivemos com a pandemia?
A lição de olhar para o próximo com mais sensibilidade, com um olhar diferente e mais atento. Eu me aproximei mais dos meus vizinhos, ajudei mais as pessoas, estou tendo mais tempo pra curtir a minha família, amigos e meus cachorros. A maior lição é que, em primeiro lugar, vem sempre a saúde física, que é nosso bem maior, seguida da saúde mental e, claro, da paz espiritual.

Como você, várias mulheres enfrentam a separação. Como recomeçar após a ruptura de um relacionamento?
No começo é tudo meio estranho, mas somos fortes. Nós, mulheres, passamos (e enfrentamos) tantas coisas... A questão é levantar a cabeça e seguir em frente. No meu caso, Deus me livrou, não era para mim. Deus me mostrou isso com a separação – e é vida que segue. Que ele seja feliz. Não podemos obrigar ninguém a nos amar. O melhor refúgio é o trabalho. Repito: bola pra frente sempre!

E a história da costela-de-adão, que você confessou ter cuidado de uma planta de plástico?
Eu comprei a costela-de-adão porque meus amigos indicaram por estar na moda... Com essa coisa de pandemia, a gente fica muitas vezes sem ter muito o que fazer, então, estou com o costume de comprar mudas de plantas pela internet. Fiquei fuçando espécies para plantar no sítio onde moro atualmente e me deparei com mudas dessa planta. Curti e comprei na hora! No anúncio não estava especificando que era de plástico... Depois de um tempo regando, pensei comigo: ‘Será que era golpe?’ Até que vi nas descrições a composição do material. A planta veio com raiz e, normalmente, as artificiais não vêm desse jeito, por isso plantei. Quando vi que não crescia, quase mandei o jardineiro embora. Se eu não visse, ele também ia ficar molhando a planta [risos]. Cheguei a pensar que a costela-de-adão era anã [mais risos].

OS SEGREDOS DE BELEZA
Pele
: “Três vezes por dia, procuro lavar o rosto com água gelada. Uso ainda um sabonete facial específico para o meu tipo de pele e não deixo de usar protetor solar. Gosto muito de fazer esfoliação, pois isso também ajuda a limpar e hidratar a cútis.”

Cabelo: “Hidrato os fios em casa com máscara de hidratação pelo menos uma vez por semana.”

Atividade física: “Para manter o corpo em forma, sigo uma rotina de exercícios pelo menos três vezes por semana. Pratico nem que seja uma simples caminhada. Mas gosto de CrossFit também”.

Dica especial: “Para cuidar do corpo de um jeito saudável, beba muita água, evite carboidratos depois das 14 horas e não fique parada. Tente movimentar-se sempre! Hoje na internet há tantos vídeos que ensinam a fazer exercícios em casa...”
 

Último acesso: 05 Dec 2021 - 09:03:18 (1151090).