AnaMaria
Famosos / Polêmica

Nova polêmica: Nego do Borel é indiciado por violência doméstica contra ex-namorada, Swellen Sauer

Cantor está sendo investigado após denúncias

Da Redação Publicado em 21/07/2021, às 14h40 - Atualizado às 14h41

Nego do Borel e Swellen Sauer - Instagram/@negodoborel/@swsauer
Nego do Borel e Swellen Sauer - Instagram/@negodoborel/@swsauer

Leno Maycon Viana Gomes, mais conhecido como Nego do Borel, se envolveu em uma nova polêmica na última terça-feira (20). O cantor foi indiciado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro pelo crime de lesão corporal no âmbito de violência doméstica - a vítima é a ex-namorada do cantor, Swellen Sauer.

De acordo com informações apuradas pelo Uol, as investigações foram finalizadas ainda na última terça (20) pela delegada Giselle do Espírito Santo, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro (RJ).  Swellen foi vítima de agressão pelo cantor enquanto estavam juntos em um relacionamento. O inquérito teve início quando surgiu uma segunda denúncia por Duda Reis, a última ex-namorada de Borel. 


Duda Reis relatou, em janeiro, que o cantor a agrediu. Ela também deu detalhes de episódios em que Nego do Borel apresentava comportamento abusivo, da mesma forma que reagia com Swellen. Duda ainda contou que contraiu HPV (doença sexualmente transmissível) no período em que estava se relacionando com o cantor. Na ocasião, a influenciadora registrou uma ocorrência contra o ex-companheiro na Delegacia da Mulher em São Paulo (SP) pelos crimes.

Em seguida, o inquérito apurou as agressões sofridas por Swellen, após a assessora também relatar os episódios em suas redes sociais sobre os três anos em que esteve com o cantor. De acordo com ela, Nego atingiu sua costela com um soco em uma boate durante uma noitada juntos, na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro (RJ). “Uma vez ele me deu um soco na minha costela dentro de uma boate na Barra da Tijuca, onde eu tinha ido para uma gravação do clipe do Mc Tikão, que eu assessorava”, contou. 

Swellen aproveitou para lamentar que se sentia dependente do cantor na relação e que amava a família dele, se sentia acolhida por eles. “O dia em que aceitei namorar com ele, já sabia o final”, desabafou em um vídeo no seu perfil do Instagram no começo desse ano. 

A assessora também revelou outro momento, em que Borel tentou enforcá-la com um carregador de celular, quando ainda estavam namorando. Além de Duda e Swellen, outras mulheres vítimas do cantor também foram ouvidas pela Delegacia de Atendimento à Mulher. 

NEGOU TUDO

O funkeiro negou ambas acusações em seus perfis nas redes sociais. Nego do Borel declarou que ‘abomina’ relações abusivas e que, quando brigava com Duda Reis, se afastava dela para ‘amenizar’ a situação. 

O cantor também chegou a registrar uma ocorrência contra Duda Reis, acusando a influenciadora por calúnia e difamação. Na ocasião, os advogados dele solicitaram que a ex-namorada deletasse os compartilhamentos em que menciona o relacionamento com Borel e acusa o artista de abuso físico e psicológico. 

Entretanto, Marco Antônio Cavalcanti Souza, juiz da 4.ª Vara Civel no Rio de Janeiro, não aceitou a proposta e o músico perdeu na Justiça. O cantor questionou ainda a inexistência de boletins por parte de Swellen enquanto estavam juntos, porém, não se livrou das acusações. A defesa do artista, segundo informações do G1, irá se manifestar quando tiver acesso ao inquérito.