AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Silvero Pereira recebe recado de Jesuíta Barbosa e se emociona: “Meu irmão”

Jesuíta Barbosa gravou uma mensagem especial para Silvero Pereira que foi exibida no ‘Encontro’

Da Redação Publicado em 27/07/2022, às 14h38

Silvero Pereira marcou presença no 'Encontro' - Instagram/@silveropereira
Silvero Pereira marcou presença no 'Encontro' - Instagram/@silveropereira

Silvero Pereira caiu em lágrimas no ‘Encontro’ desta quarta-feira (27). Isso porque o ator recebeu uma surpresa especial de Patrícia Poeta e Manoel Soares, apresentadores do programa.

Foi mostrado a ele um recado do amigo e companheiro de cena Jesuíta Barbosa. Os dois atuam juntos na novela ‘Pantanal’, dando vida a Zaquieu e Joventino. No vídeo, Jesuíta se declara a Silvero, que não conseguiu conter a emoção.

“Meu irmão que a vida me deu. Eu te amo, te exalto, você é um espírito de luz, um erê que abraça a gente, que provoca. Uma pessoa que consegue criar voz e falar sobre todas as instâncias, política, sociais, uma pessoa muito importante na minha vida e que quero estar sempre junto, te amando. Que bom que a gente tá junto em ‘Pantanal’”, afirmou Jesuíta.

Já emocionado, Silvero foi abraçado pelos apresentadores e explicou que a relação dos dois é de longa data.

“Eu conheço ele há 17 anos, ele talvez seja um dos seres mais iluminados que eu conheci na vida. A gente passou tanto perrengue junto, em teatro, ônibus, lugares para se hospedar. Jesu, obrigado, irmão. Te amo, mesmo, de coração”, contou.

Confira o momento:

SPOILER DA NOVELA

Silvero ainda deu um spoiler sobre ‘Pantanal’, detalhando uma cena ao lado de Juliano Cazarré, intérprete de Alcides. Os personagens encontrarão uma onça, e o ator revelou que o animal pode ser Juma ou Maria Marruá.

“É uma delas, e é cena forte!”, disse.

Ele também comentou a relação dos peões: “Na história original, existe essa paixão platônica. Me sinto muito feliz quando vejo que esse texto está sendo escrito com muita responsabilidade. Sempre falo o quanto é prazeroso estar numa obra que consegue colocar esses assuntos, fica muito mais artístico. Fazer arte é tocar o coração das pessoas, mudar a cabeça, fazer elas pensarem e se questionarem e, talvez, fazer uma mudança nelas”.