AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Novelas / Ansiedade para a estreia!

‘Renascer’: Prestes a estrear, internautas repercutem chamada de 1993 e da versão atual

Novela de Benedito Ruy Barbosa, ‘Renascer’ ganha remake que substituirá ‘Terra e Paixão’

Redação Publicado em 16/01/2024, às 15h26

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Novela de Benedito Ruy Barbosa, ‘Renascer’ ganha remake que substituirá ‘Terra e Paixão’ - Reprodução/Redes sociais
Novela de Benedito Ruy Barbosa, ‘Renascer’ ganha remake que substituirá ‘Terra e Paixão’ - Reprodução/Redes sociais

Após 31 anos, ‘Renascer’ será exibida novamente na TV Globo. Agora com uma versão “repaginada”, a novela de Benedito Ruy Barbosa substituirá ‘Terra e Paixão’ no horário das nove da emissora. Na sua primeira versão, de 1993, o folhetim foi exibido às oito.

O remake da trama estreia na próxima segunda-feira (22) e, na web, os internautas já esperam ansiosamente pelo seu retorno. Com isso, cenas e personagens icônicos que marcaram a versão original começaram a circular nas redes sociais.

No X, antigo Twitter, a chamada com o elenco de 1993 despertou a nostalgia dos noveleiros de plantão. Isso porque nomes como Antonio Fagundes, Patrícia França, Nelson Xavier, Fernanda Montenegro, Patrícia Pillar marcaram a primeira versão e tornam o vídeo uma verdadeira relíquia da teledramaturgia brasileira. Confira:

Teve ainda quem não escondeu a ansiedade com a estreia da nova versão do folhetim e compartilhou a chamada de 2024 do folhetim.

REMAKES

Com um currículo extenso, Marcos Palmeiraestá prestes a estrear como protagonista de mais um remake: ele será José Inocêncio em 'Renascer', novela baseada na obra original de Benedito Ruy Barbosa. O ator, no entanto, ignora qualquer comparação entre seu novo personagem e José Leôncio, papel principal que interpretou na segunda versão de 'Pantanal' (2022).

Ainda que José Leôncio e José Inocêncio tenham suas semalhanças, como o lado rural, mítico e um filho rejeitado, o galã não está ligando para as possíveis comparações levantadas pelos telespectadores.

“Primeiro, eu conto muito com a mão do Gustavo Fernandez [diretor] e do Pedro Peregrini [preparador de elenco], de me ajudarem nesse olhar, de não me deixarem cair numa repetição. Estou muito atento, mas também não estou amarrado a isso, eu quero contar essa história da melhor maneira possível”, afirmou durante a coletiva de imprensa da novela.

"A comparação vai existir, mas eu não vejo o Zé Leôncio no José Inocêncio. Isso, para mim, já me distancia demais dos personagens. Um é do Nordeste, outro é do Brasil Central, mas tem uma questão regional forte deles que é a coisa do filho rejeitado, tanto o Tadeu [José Loreto em 'Pantanal'] quanto o João Pedro [Juan Paiva em 'Renascer'], tem a coisa da mulher, mas o foco é mergulhar nessa história que vai ser contada, nessa realidade do cacau que é diferente”, pontuou.

O ator reconhece que será difícil para o público não fazer comparações, afinal, os dois personagens têm similaridades e as histórias são de Bruno Luperi, baseadas nas obras de Benedito Ruy Barbosa. "Espero que as pessoas foquem na história e não se prendam a ficar comparando. Vai ser inevitável porque é o mesmo ator, o mesmo autor, não tem como fugir disso, mas eu não estou preocupado”, afirmou.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!