AnaMaria
Últimas / Recuperou!

Globo recupera na Justiça imóvel adquirido com Pix errado de R$ 318 mil

Globo fez pix para a conta errada e homem comprou imóvel com o dinheiro

Da Redação Publicado em 22/02/2022, às 21h22

Globo transferiu R$318 mil por engano e conseguiu recuperar valor na justiça - Divulgação/TV Globo
Globo transferiu R$318 mil por engano e conseguiu recuperar valor na justiça - Divulgação/TV Globo

A Globo conseguiu bloquear na justiça a compra do imóvel que seria adquirido por um homem que recebeu da emissora, por engano, um Pix de R$ 318 mil em dezembro de 2021.

Segundo informações do Notícias da TV, o juiz Luiz Felipe Negrão entendeu que Marco Antônio Rodrigues dos Santos fez uso de um dinheiro que não o pertencia. Vale lembrar que mesmo com a decisão, ainda cabe recurso em segunda instância.

O caso do Pix foi julgado na na 3ª Vara Cível do Tribunal do Rio de Janeiro, na última segunda-feira (21/2). Ainda de acordo com o site, o Grupo Globo explicou que o erro aconteceu devido a falta de atualização de dados, o dinheiro por conta da falta de atualização dos dados da pessoa que receberia, de fato, o montante.

“Tendo em vista que existem provas documentais que acompanharam a petição inicial e respectiva emenda, no sentido de que o réu, efetivamente, se apropriou de uma quantia que não deveria ter recebido e, ainda, que antes da propositura da ação foi procurado pela parte autora e se recusou a devolver a quantia em questão, sob a alegação de que adquirira um imóvel, é de se deferir tutela de urgência de natureza cautelar em favor da autora”, explicou o juiz.

Deste modo, Luiz Felipe Negrão pediu que as contas do homem fosses bloqueadas e, além disso, decidiu que o imóvel adquirido ficasse inacessível por meio do Banco Central. Como foi determinada a alienação da casa à emissora, agora a residência pertence a Globo até que termine os recursos de defesa.

“Neste caso, é evidente (não apenas provável) o direito da autora à devolução da quantia, assim como patente é o risco ao resultado útil do processo, pois o réu, claramente, não tem extenso patrimônio, tanto assim que depois de receber a quantia por erro, cuidou de rapidamente se apropriar dela e utilizá-la na aquisição de um apartamento”, concluiu o juiz.

ENTENDA O CASO

Uma situação para lá de inusitada! A Globo se viu em uma posição bem desconfortável após um funcionário errar os dados do PIX e a emissora depositar nada menos que 318 mil reais na conta de um terceiro.

Acontece que, na hora de fazer o depósito, o setor responsável pelos pagamentos da empresa disse que o funcionário confundiu os números da conta e o dinheiro acabou indo parar nas mãos de Marco Antônio Rodrigues dos Santos, que não tinha nada a ver com a história.

Segundo o portal 'Notícias da TV', após se dar conta do erro, a Globo entrou em contato para tentar recuperar o valor. Contudo, foi aí que souberam que o homem que recebeu a quantia já tinha até dado entrada em uma casa própria. Tudo isso aconteceu em dezembro de 2021.

Assim, ao se inteirar da situação do homem, a emissora tentou solicitar a devolução do dinheiro, mas, como já havia sido investido para um crescimento pessoal, o retorno não seria possível. Sabendo disso, a Globo decidiu entrar na Justiça para reaver o caso.

Ainda de acordo com o site, o juiz Luís Felipe Negrão, que está à frente da situação, analisou o pedido e apontou que ambos os lados estavam errados. O 'Notícias da TV', que teve acesso aos documentos que correm na 3ª Vara Cível do Rio de Janeiro, alegou que o processo está parado. A Globo ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.