AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria
Saúde

Câncer de tireoide: saiba tudo sobre a doença que afeta o cantor João Neto

O principal sinal do câncer de tireoide é a presença de nódulo ou inchaço no pescoço

Karla Precioso Publicado em 24/07/2022, às 14h30

O cantor João Neto foi diagnosticado com câncer de tireoide - Reprodução/Internet
O cantor João Neto foi diagnosticado com câncer de tireoide - Reprodução/Internet

O cantor João Neto, 42 anos, que faz dupla com Frederico, foi diagnosticado com câncer na tireoide e passou por uma cirurgia. A endocrinologista e professora da Associação Brasileira de Medicina Ortomolecular, Denise Portugal, explica os fatores que podem desenvolver a doença, possíveis sintomas, como diagnosticar e a forma de tratamento.

CAUSAS

A presença de um nódulo na tireoide, glândula localizada na região anterior baixa do pescoço, normalmente não é indicação de câncer. Entretanto, a ocorrência de nódulo tireoidiano em pacientes com história de irradiação prévia do pescoço (que já foram submetidos à radioterapia) ou história familiar de câncer da tireoide é considerado suspeito.

Logo, é necessário um monitoramento nesses casos. Outra questão a ser analisada é com relação a tratamento com radiação para cabeça, pescoço e tórax – geralmente quando acontece na infância e adolescência -, pois isso pode vir a facilitar o surgimento do câncer de tireoide.

Quanto à alimentação, ainda não há nada que comprove ser um facilitador para a doença. No entanto, é sabido que hábitos saudáveis, como não fumar, beber pouco ou não beber, uma boa noite de sono e a prática regular de exercícios físicos, evita mais liberação de radicais livres, melhora o estresse oxidativo e, consequentemente, acarreta em menor predisposição a processos inflamatórios sistêmicos.

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico começa com a história clínica e o exame físico. Muitas vezes, em tumores pequenos, os pacientes são assintomáticos. O diagnóstico normalmente é feito após realização de ultrassonografia do pescoço e é encontrado um nódulo. De acordo com as características do nódulo, é feita a punção aspirativa, por meio da qual pode ser confirmado o diagnóstico de câncer. Caso seja esse o resultado, o paciente é encaminhado ao cirurgião para tratamento.

TRATAMENTO

As opções de tratamento do câncer de tireoide incluem:

  • Cirurgia: em que se remove parte ou, mais comumente, toda a glândula tireoide, e nódulos linfáticos anormais. Alguns cirurgiões também removem os linfonodos próximos, mesmo
    se eles não estiverem visivelmente anormais. Após a cirurgia, é preciso tomar hormônio tireoideano para o resto da vida.
  • Terapia com iodo radioativo: consiste em ingerir uma pequena quantidade de iodo para destruir o tecido tireoidiano não removido pela cirurgia. O iodo radioativo também pode tratar o câncer de tireoide que se espalhou para os nódulos linfáticos.
  • Radiação externa: para eliminar as células cancerosas e diminuir os tumores, a radiação é dirigida para os nódulos de uma fonte externa ao corpo. É o menos comum.
  • Quimioterapia: pode ser benéfica para pacientes com tumor anaplásico, mas raramente é utilizada para tratar as outras formas, exceto em estudos clínicos para doença avançada.

SINAIS E SINTOMAS

Nódulos tireoideanos que apresentam crescimento rápido são mais suspeitos de serem malignos. Nódulo tireoidiano, associado à linfonodomegalia cervical (gânglios linfáticos aumentados no pescoço) e/ou à rouquidão, pode ser indicação de um tumor maligno. Em alguns casos mais avançados, além da rouquidão, sintomas compressivos e até mesmo sensação de falta de ar e dificuldade em engolir alimentos podem ser sintomas sugestivos de malignidade diante de uma massa localizada na tireoide.

AUTOEXAME

Converse sempre com seu médico para saber como anda a saúde da sua tireoide, porque disso vai depender o equilíbrio de várias outras partes do corpo, já que a glândula regula o
funcionamento de diversos órgãos. Mas, com um espelho e um copo d’água, dá para ter uma ideia de como ela pode estar.

A Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço elaborou um passo-a-passo para ajudar:

  1. Segure o espelho e procure no seu pescoço a região logo abaixo do “pomo-de-adão”, mais conhecida como “gogó”. Sua tireoide está localizada bem ali.
  2. Incline a cabeça para trás para que o pescoço fique mais exposto e focalize essa região no espelho.
  3. Beba um gole de água.
  4. Ao engolir, a tireoide sobe e desce. Observe se existe algum aumento ou saliência enquanto isso.

Ao notar qualquer alteração, consulte o endocrinologista ou cirurgião de cabeça e pescoço.

COMO PREVENIR

Manter o peso corporal adequado.