Idade é relativo! Aumente a dose de vitamina D

Níveis adequados desse nutriente são fundamentais para uma boa absorção de cálcio

Dr. Paulo Camiz

Idade é relativo! Aumente a dose de vitamina D | <i>Crédito: Shutterstock
Idade é relativo! Aumente a dose de vitamina D | Crédito: Shutterstock
"O exame apontou que estou com pouca vitamina D no organismo. Qual o perigo disso e como recuperá-la?”

L. K., por e-mail


Acredite, você não é a única com tal diagnóstico. Hoje, vivemos uma epidemia de deficiência de vitamina D, que tem o sol como principal fonte, considerando que são poucos os alimentos ricos na forma ativa desse nutriente, como os peixes de águas frias (salmão, sardinha, bacalhau). Níveis adequados de vitamina D são fundamentais para uma boa absorção de cálcio. Isso quer dizer que o nutriente é essencial para a saúde dos ossos. Não por coincidência, um dos principais problemas da deficiência da substância é o raquitismo em crianças. O problema deixa os ossos fracos. Para promover a cura, o óleo de fígado de bacalhau provou-se fundamental nos países nórdicos, que têm invernos prolongados. Antigamente, muita gente, inclusive no Brasil, tomava esse suplemento na infância. Novos estudos têm mostrado que a falta da vitamina D também pode estar relacionada a falhas no sistema
imunológico, diabetes, resistência à insulina e hipertensão, além de dificuldade para emagrecer. A melhor e mais natural forma de elevar os níveis do nutriente no sangue é a exposição solar diária, dos braços e pernas, sem protetor, antes das 10h ou depois das 16h, por cerca de 15 minutos. Sim, existem suplementos orais, mas estamos em um país tropical e o sol nasceu para todos! Apenas
cuidado com os exageros.


Alimentação vitaminada
Além da exposição solar e dos peixes de água fria, principalmente o salmão, é possível encontrar outros colaboradores para o aumento da vitamina D no organismo. Quem são eles? A gema do ovo e o bife de fígado, que também é uma poderosa fonte de ferro. No entanto, embora sozinhos não façam uma diferença muito significativa, vale a pena incluí-los na sua dieta. Se estiverem acompanhados de um solzinho, melhor ainda!



Para aumentar os níveis de vitamina D no organismo, tome sol diariamente nos braços e nas pernas sem protetor solar antes das 10h ou depois das 16h por cerca de 15 minutos


Dr. Paulo Camiz é geriatra e professor da Faculdade de Medicina da USP. É também idealizador do projeto “Mente Turbinada”, que desenvolve exercícios para o cérebro. Para ler outros artigos escritos por ele, acesse ogeriatra.com.br

19/04/2017 - 10:00

Conecte-se

Revista Ana Maria