Primeira-ministra, Família Real e governo terão que seguir o cronograma após a morte de Elizabeth II - Instagram/@theroyalfamily
Entenda

O que acontece com a morte da Rainha Elizabeth II?

A Inglaterra dispõe de um plano de dez dias chamado ‘London Bridge’

Da Redação Publicado em 08/09/2022, às 15h26

A Rainha Elizabeth II morreu nesta quinta-feira (8). No entanto, a Inglaterra já tem um plano para lidar com este momento há anos.

Em 2007, foram divulgados pelo jornal britânico The Guardian alguns trechos do ‘London Bridge’, um planejamento que descreve o que o governo, a primeira-ministra, a polícia, o exército e a Família Real devem fazer nos dez dias seguintes à morte da rainha.

Traduzido para o português como ‘Ponte de Londres’, o planejamento provavelmente passou por alterações, já que foi revisto de duas a três vezes ao ano por diversas entidades governamentais e midiáticas.

Tudo começa com a notificação da morte da rainha: o primeiro-ministro é informado que “a Ponte de Londres está inoperante” e um aviso será colocado no Palácio de Buckingham, a residência da rainha, e nas redes sociais da Família Real. 

Partindo do “Dia D”, ou seja, do dia do falecimento da monarca, o planejamento seguirá pelos dias D+1, D+2, e assim por diante. Confira a ‘Ponte de Londres’ divulgada:

DIA D

DIA D+1

DIA D+2

DIA D+3

DIA D+4

DIA D+5

DIA D+6

DIA D+7

Dia D+8 e D+9

DIA D+10

Além deste processo, o retrato da rainha também ficará pendurado com uma fita preta em todas as prefeituras do país durante um mês e, após esse período de luto, será transferido para outro local e substituído pelo quadro de Charles.

As flores colocadas dentro e ao redor de palácios reais e prefeituras serão retiradas depois do funeral de Estado.

Rainha Elizabeth II Inglaterra Reino Unido Rei Charles morte rainha

Leia também

Príncipe William volta às redes após diagnóstico de câncer de Kate Middleton; saiba o quadro da princesa


Luto: Velório de Ziraldo será aberto ao público


Greta Thunberg é detida em manifestação em Haia, na Holanda


Morre Ziraldo, criador de 'O Menino Maluquinho', aos 91 anos


Escritora perde braço e orelha após ser atacada por 3 pitbulls; estado de saúde é grave


Nova York é atingida por terremoto de magnitude 4,8: "Foi uma sensação de filme"