AnaMaria
BBB / BBB

BBB 22: Pedro Scooby se irrita com provocação de Paulo André

P.A brincou com o colega dizendo que ele "não era brasileiro"

Da redação Publicado em 13/04/2022, às 22h50

P.A e Scooby ganharam notoriedade pela amizade que construíram no reality - Reprodução/TV Globo
P.A e Scooby ganharam notoriedade pela amizade que construíram no reality - Reprodução/TV Globo

Paulo André Camilo e Pedro Scooby fizeram um treino juntos na academia da casa mais vigiada do Brasil, nesta quarta-feira (13), e decidiram conversar sobre suas carreiras esportivas.

No meio do bate-papo, o velocista decidiu provocar o amigo, que reside em Portugal com a esposa, Cíntia Dicker.

"Tu nunca vai saber o que é isso, mano, o que é ser brasileiro de verdade", brincou o atleta. O surfista, então, fez questão de rebater a "provocação".

"Ih, qual é, sou o cara mais carioca que eu conheço no mundo. Eu não sou brasileiro, não, sou carioca. Estou zoando", disse ele, mas Paulo André prosseguiu.

"Tu não sabe o que é ser brasileiro, fica vivendo para o Mickey", disse.

"Só vivi minha vida inteira no Brasil, tá? Estou há três anos em Portugal, só vivi 30 anos no Brasil", defendeu-se o ex-marido de Luana Piovani, mas o amigo insistiu.

"Você não merece essa farda, você abandonou o seu país, irmão", disse P.A

DESONRA?

Scooby se estressou, e novamente rebateu.

"Morei 30 anos no Brasil, mais do que você tem de vida eu morei no Brasil. Bora, estou mais aqui do que lá. Estou lá por causa dos meus filhos só", afirmou o surfista, que também provocou o rapaz.

"O que você vai fazer nos Estados Unidos por três meses, então? Está desonrando o Brasil? Três meses na Califórnia", disse Scooby.

"Ai, eu amo Portugal, Portugal é o melhor lugar do mundo''. Aqui é o melhor lugar do mundo", disse Paulo André.

Pedro finaliza a conversa dando uma bronca no amigo.

"Eu falei que Portugal é o melhor lugar do mundo? Pelo contrário, o que eu falo é o contrário. A galera fica falando de lá e eu sou mais aqui. Se não fosse pelas crianças, eu estaria morando aqui. Meus filhos realmente são mais importantes do que qualquer outra coisa, onde eles estiverem, eu vou estar. [...] Eu respeito a vontade da mãe deles, a mãe deles quer morar lá e eu respeito", concluiu.