AnaMaria
BBB / BBB

‘BBB21’: Sarah recebe críticas após suposto apoio a Jair Bolsonaro

A sister disse que deixou de seguir o atual presidente para não ser 'cancelada'

Da Redação Publicado em 01/03/2021, às 15h27 - Atualizado às 15h37

Sarah está entre as favoritas para vencer o reality show - Instagram/@sarah_andrade
Sarah está entre as favoritas para vencer o reality show - Instagram/@sarah_andrade

Sarah Andrade causou polêmica nas redes sociais ao declarar possível apoio ao Presidente da República, Jair Bolsonaro. Em conversa com outros participantes do ‘Big Brother Brasil 21’, na madrugada desta segunda-feira (01), a sister afirmou ter deixado de seguir o político no Twitter antes de entrar no reality show, com medo de ser cancelada pelo público.

O assunto começou quando Thaís contou sobre uma participante que havia sido desclassificada do ‘BBB21’ antes mesmo do programa começar. O motivo era que ela seguia o atual presidente nas redes sociais. “Eles acharam o Instagram de uma menina e a cancelaram porque ela seguia o Bolsonaro. Ela não entrou“, disse.

Sarah então comentou o acontecimento:“Sério? Ah, eu lembro! Tanto que, quando aconteceu isso, eu seguia ele e parei de seguir. Não vou mentir. Eu gostava de ver o que era postado. Aí, eu vi e: ‘Ui! Vou parar de seguir“. 

Quem não gostou nada da afirmação de Sarah foi Lumena, que reagiu ao comentário com expressões de estranheza. Além de Thaís, Camilla de Lucas, Fiuk e Viih Tube também participavam do papo, mas nenhum deles emitiu opinião sobre o comentário.  

Por outro lado, os seguidores não deixaram a revelação de Sarah passar despercebida e logo foram investigar a vida da consultora de marketing digital. Com isso, foram encontradas diversas curtidas da sister nas publicações de Bolsonaro no Instagram, indicando um possível apoio aos seus posicionamentos. Entretanto, Sarah realmente já não segue mais o político nas redes. 

Na web, os apoiadores de Sarah Andrade no reality show se dividiram entre críticas e elogios por sua sinceridade. Enquanto isso, outros acharam natural que a participante acompanhasse o Presidente da República para se manter informada. 

“Desapontado, mas não surpreso”, comentou um internauta. “Cancelar a Sarah porque ela seguia o Presidente da República é a prova que o Twitter é a rede social das Lumenas”, disse outro. “Todo mundo que a Sarah votou saiu, espero que ela tenha mesmo votado no Bolsonaro”, brincou um terceiro.