AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria

Como lidar com a compulsão durante as confraternizações de final de ano?

A compulsão alimentar é um transtorno caracterizado pelo consumo excessivo de alimentos

*Dra. Thais Mussi, colunista de AnaMaria Digital Publicado em 21/12/2023, às 09h36

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Como lidar com a compulsão durante as confraternizações de final de ano? - Helena Lopes/Unsplash
Como lidar com a compulsão durante as confraternizações de final de ano? - Helena Lopes/Unsplash

As festas de final de ano são um momento de alegria, celebração e reunião com amigos e familiares. No entanto, para aqueles que lutam com a compulsão alimentar, essas datas podem ser um grande desafio.

As confraternizações de final de ano, muitas vezes, são marcadas por mesas repletas de comidas deliciosas e tentadoras. Nesse cenário, é fácil para aqueles que sofrem de compulsão serem desencadeados pelo ambiente festivo.

A compulsão alimentar trata-se de um transtorno caracterizado pelo consumo excessivo de alimentos, geralmente acompanhado de sentimentos de perda de controle. Neste artigo, irei sugerir algumas dicas de como lidar com a compulsão sem perder o clima festivo de fim de ano:

Esteja ciente de seus gatilhos: reconheça os alimentos ou situações que desencadeiam sua compulsão alimentar. Este autoconhecimento é o primeiro passo para evitar ou lidar com esses gatilhos.

Pense com antecedência: se você sabe que uma determinada festa ou reunião será um desafio, faça um plano. Decida quais alimentos você vai comer e em que quantidade antes de chegar ao evento.

Mantenha-se presente: preste atenção plena à comida enquanto a consome. Saboreie cada mordida e coma devagar. Isso pode ajudar a evitar o consumo excessivo.

Encontre apoio: compartilhe seus desafios com um amigo de confiança ou um terapeuta. Ter alguém para conversar e oferecer apoio emocional pode fazer toda a diferença.

Pratique a autorregulação: aprenda a reconhecer os sinais de fome e saciedade. Coma quando estiver com fome e pare quando estiver satisfeito, mesmo que ainda haja comida no prato.

Evite a privação: privar-se de alimentos pode levar a episódios de compulsão. Permita-se desfrutar das comidas festivas, mas com moderação.

Encontre alternativas saudáveis: se você tem alimentos gatilhos específicos, procure alternativas mais saudáveis. Por exemplo, substitua batatas fritas por vegetais crocantes com um mergulho de iogurte.

Busque ajuda profissional: se a compulsão alimentar é um desafio constante em sua vida, considere procurar ajuda de um profissional de saúde mental ou um terapeuta especializado em transtornos alimentares.

As festas de final de ano são mais do que apenas comida

Concentre-se nas pessoas e nas experiências, em vez de apenas na comida. Se você tiver dificuldades, não hesite em buscar apoio. Com as estratégias certas, você pode enfrentar a compulsão alimentar e aproveitar sem preocupações o período festivo.

*DRA. THAIS MUSSI (CRM 118942-SP e 27542-PR- RQE 373) é endocrinologista e metabologista pela SBEM, além de especialista em Nutrologia pela ABRAN Medicina do estilo vida – CBMEV. Instagram: @drathaismussi ; Podcast: Não leve a mal, é hormonal.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!