AnaMaria
Bem-estar e Saúde / Ajude o pet

Como manter o animal de estimação livre do calor?

Eles podem sofrer queimaduras de sol, principalmente os animais com pele mais rosada

Da Redação Publicado em 10/03/2019, às 08h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Mantenha os potes de água, sempre fresca, disponíveis. - iStock
Mantenha os potes de água, sempre fresca, disponíveis. - iStock

Estamos em uma estação de altas temperaturas e nos refrescamos para minimizar os efeitos do estresse térmico. Com os pets isso não é diferente! A procura por locais mais frescos, como sombras e ar-condicionado, ocorre com mais frequência pelos animais no verão.

Afinal, eles possuem um sistema de troca de calor diferente dos humanos. Enquanto temos várias glândulas sudoríparas pelo corpo, os cães e gatos realizam a troca de calor em apenas alguns pontos específicos. 

Nos cachorros, por exemplo, a maior parte da perda de calor ocorre por meio da língua e uma parte da transpiração pode acontecer pelas almofadinhas das patas e focinho. Por isso, esses bichinhos ficam mais ofegantes em altas temperaturas. 

Logo, nossos pets têm grandes chances de sofrer de hipertermia se o manejo com eles não for eficaz durante esse período. A seguir, dicas para minimizar o efeito do calor para nossos companheiros:

  1. Passeie em horários mais frescos e por locais arborizados e com sombras. 
  2. Mantenha os potes de água, sempre fresca, disponíveis.
  3. Sorvete! Isso mesmo, faça sorvete para seu pet só com frutas (como banana e maçã) e água. Refresca e é um excelente enriquecimento ambiental.
  4. Colchões gelados são uma boa para o pet se refrescar. Você encontra o produto na internet e pet shops. Quer economizar? Faça uma versão em casa com uma camiseta velha ou toalha. Umedeça o item e coloque-o esticado no congelador. Aí, basta pôr no chão para o pet deitar em cima!
  5. Ar-condicionado e ventilador são grandes aliados, principalmente para as raças peludas ou originárias de lugares frios, como o Husky Siberiano. 
  6. Use filtro solar kids no seu pet. Sim, eles podem sofrer queimaduras de sol, principalmente os animais com pele mais rosada. Antes de expô-lo ao sol, aplique no focinho e orelhas, os locais que mais sofrem queimaduras.
  7. Evite os sapatinhos e cuidado com as focinheiras! Cobrir esses locais pode atrapalhar muito a troca de calor do pet.

MARCELA BARBIERI BORO, zootecnista, graduanda em medicina veterinária, adestradora e franqueada da Cão Cidadão.