Veja dicas simples que vão te ajudar a sair do sedentarismo e se movimentar

Escolher uma atividade que goste facilita a adaptação dos exercícios na rotina

Vanessa Fusrtenberger, colunista de AnaMaria Publicado terça 23 fevereiro, 2021

Escolher uma atividade que goste facilita a adaptação dos exercícios na rotina
Colocar os exercícios na rotina é fundamental para a saúde - Unsplash

Já começo avisando: colocar os exercícios em nossa rotina é fundamental, tanto para a saúde, quanto para a parte estética. Ambas vão se beneficiar disso. O problema é que, muitas vezes, é difícil termos motivação para iniciarmos uma atividade física.

Sem dúvida, a melhor saída para tornar isso um hábito é escolher fazer algo que goste. Só tenha atenção e vá com calma: os exercícios devem seguir uma evolução, para que seu corpo não passe dos limites logo no início. Daí, você fica toda dolorida e desanimada para o treino do dia seguinte. Não deveria.

Hoje em dia existem atividades democráticas - uma simples caminhada até escalada e patinação. Escolher algo que goste facilita a adaptação. A dica é: experimente atividades diferentes até decidir a que lhe dá mais prazer e goste de fazer.

TEM QUE TER CONSTÂNCIA
Para que uma pessoa saia do sedentarismo, o aconselhado é fazer, no mínimo, 3x por semana, pelo menos uma hora por dia. Para começar! No entanto, se no momento você não dispõe deste tempo para se exercitar, começar com 30 minutos todos os dias de um exercício de intensidade leve a moderada também colabora muito para sair do sedentarismo.

Comece com pouco tempo de exercícios e aumente conforme melhorar a força e resistência física. Caso esteja muito sedentário, pode iniciar com um tempo menor e aumentar de acordo com seu condicionamento físico, que vai deixar você aguentar por um tempo maior.

A tendência, com o passar dos dias, é que o exercício vire um hábito regular. Exatamente por isso, é preciso ter um horário estabelecido na agenda, que não deve ser trocado por outras atividades a não ser que seja algo muito importante.

Quando começamos a treinar de forma correta, os resultados vão aparecer e, na maioria das vezes, já não queremos mais tirar a prática regular da nossa rotina.

VÁ DO BÁSICO
Caminhar pelo bairro pode ser uma forma de começar a se exercitar, pois é simples de fazer e não precisa de muitos recursos -a não ser um tênis e uma roupa confortável. Aos poucos, o exercício vai se tornando rotina, trazendo resultados na melhora da saúde e da estética, o que motiva a pessoa a buscar novas atividades, abrindo uma hora em sua agenda para isso.

Depois, a corrida pode ser uma evolução da caminhada. Mas deve ter um acompanhamento de um profissional, justamente para que seja executada com uma técnica correta e no momento certo, evitando problemas futuros como lesões, por exemplo. Seguidas essas recomendações, a maioria das pessoas podem correr sem problemas.

TREINO CASEIRO
Uma outra opção é fazer um treino com exercícios básicos em casa mesmo. Você precisa apenas de uma toalha ou colchonete, além de um banco ou sofá. Confira, na sequência, algumas sugestões de exercícios: eu programa de exercícios. Vamos malhar?

Abdominal reto: Deitada de barriga pra cima, joelhos flexionados e mãos atrás da cabeça.

Tire os ombros do chão flexionando o tronco e soltando o ar. Cuidado pra não puxar a cabeça, a força deve estar no abdômen. Volte para posição inicial.

Elevação de quadril unilateral: Deitada de barriga pra cima, uma perna cruzada sobre a outra, eleve o quadril tirando os glúteos do chão e volte até aonde encoste bem de leve no solo.

Flexão de braços: Apoie os  joelhos e mãos no solo, de forma que o tronco fique levemente mais alto que o quadril.

Descer o tronco em direção ao solo levando o peito bem próximo ao chão e empurrar o corpo novamente pra cima voltando a posição inicial.

Agachamento: Posição inicial

Flexione os joelhos levando o quadril para trás e os braços estendidos na altura dos ombros e voltar a posição inicial. No agachamento os joelhos não podem passar da ponta dos pés na hora da descida.

Posição inicial Stiff unilateral

Apoiar em apenas uma das pernas, flexionar levemente o joelho de apoio e descer o tronco e elevar simultaneamente a outra perna até formar uma linha reta entre os braços, tronco, quadril e perna. Voltar a posição inicial

Posição inicial Tríceps banco

 Flexionar os cotovelos lentamente e empurrar novamente o corpo pra cima estendendo os cotovelos

Todos os exercícios  3 a 4 séries de 15 repetições.

 

VANESSA FURSTENBERGER é educadora física desde 1995. Mesmo sendo profissional do esporte, tinha dificuldade para manter o peso saudável, não tinha equilíbrio na alimentação e chegou a pesar 98 kg. Com 40 anos eliminou 40 kg e hoje ajuda pessoas a estabelecerem um estilo de vida saudável e equilibrado. Aqui em AnaMaria, compartilha dicas para um estilo de vida mais leve e com saúde! Instagram: @va.personal

Último acesso: 02 Mar 2021 - 17:38:46 (1141015).