AnaMaria
Coronavírus / Covid-19

Famílias de mortos pela covid-19 receberão seis parcelas de R$ 300 pelo Governo de SP

A medida foi anunciada nesta terça-feira (29) pelo Governador João Dória

Da Redação Publicado em 29/06/2021, às 18h01 - Atualizado às 18h04

Brasil bate novo recorde em número de óbitos por Covid-19 - Pixabay
Brasil bate novo recorde em número de óbitos por Covid-19 - Pixabay

Os parentes de vítimas da covid-19 terão o direito de receber seis parcelas de R$ 300 entre os meses de julho e dezembro de 2021, através do programa SP Acolhe. O anúncio foi feito pelo Governador João Dória, em coletiva de imprensa, nesta terça-feira (29).  Este é um dos benefícios do Bolsa do Povo, maior programa de proteção social já anunciado pelo Governo de São Paulo.

“O nosso Governo é um Governo humano, que se dedica e prioriza todas as suas ações aos mais pobres. É um programa inédito no Brasil, que vai atender até dezembro famílias que tiveram seus entes perdidos para a COVID-19 “, explicou Doria.

Famílias inscritas no CadÚnico com renda mensal de até três salários-mínimos (R$ 3.300,00) e que tenham perdido ao menos um familiar vítima de covid-19 serão beneficiados pela iniciativa. A morte precisa ter ocorrido dentro do núcleo familiar, sendo pai, mãe, avô, avó, filho, filha ou outro parente. O programa considera todas as estruturas familiares, exceto a unifamiliar (uma única pessoa), com filhos de todas as idades.

De acordo com o Governo, o programa vai beneficiar 11.026 famílias em todo o estado, com 11.143 auxílios, com verba R$ 20 milhões. Contando os seis meses das parcelas de R$ 300, a quantidade total será de R$ 1,8 mil.

“Esta é mais uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo, sob a liderança do Governador João Doria, para o enfrentamento dos desafios impostos pela pandemia de COVID-19, amparando a população em maior fragilidade social”, afirmou a Secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Célia Parnes.