AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Dinheiro / DIcas

Gosta de várias áreas? 7 dicas de como lidar com a multipotencialidade na carreira

Especialista detalha o que é ser multipotencial e como explorá-la

Da Redação Publicado em 17/08/2022, às 08h20

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
7 dicas práticas para os leitores da Ana Maria Digital de como respeitar sua multipotencialidade. - Alexei Maridashvilli/Unsplash
7 dicas práticas para os leitores da Ana Maria Digital de como respeitar sua multipotencialidade. - Alexei Maridashvilli/Unsplash

Você é curiosa? Se interessa por assuntos completamente diferentes? Gosta de aprender e entender como algo funciona e mistura esses conhecimentos tão peculiares em atividades do seu dia a dia? Se a resposta para essas perguntas foi SIM, você pode ser multipotencial: uma mulher com diferentes interesses, que desenvolve muitas habilidades e competências e, por causa disso, pode mudar muitas vezes de carreira, atuar em diferentes áreas ao mesmo tempo ou criar algo totalmente novo, a partir da combinação de seus inúmeros talentos e características.

Para a especialista em negócios femininos Isabele Moreira, a ideia de que temos que trabalhar em um único nicho e focar nosso interesse em apenas uma área surgiu com a era da especialização, logo após a Revolução Industrial. “Crescemos e aprendemos que temos que fazer carreira, trabalhar com uma única coisa e fazer dar certo... e algumas mulheres não conseguem ser felizes dessa maneira”, explica. Lidar com a multipotencialidade pode ser um desafio. “Mulheres acreditam que tem algo errado porque não sabem como lidar e agir com essas infinitas vontades e, sem estratégia, acabam não tendo foco em seus objetivos”, acrescenta Isabele que tem uma escola voltada para mulheres que já tem ou querem começar seu próprio negócio.

Pensando nisso, a também empresária ensina 7 dicas práticas para os leitores da Ana Maria Digital de como respeitar sua multipotencialidade e fazer com que ela dê resultados. Confira:

1 – Projeto profissional e projeto pessoal andam juntos

É preciso alinhar os objetivos para que haja coerência entre esses projetos que, geralmente, dão sentido à vida. É inviável, por exemplo, você ter como projeto de vida morar num país tropical, de frente para o mar, e ter como interesse profissional pesquisar as baleias no Ártico. Qualquer um dos seus projetos, ou multipotencialidades, precisa estar de acordo com o seu ideal, rotina e relações... caso isso não ocorra, a chance de sofrimento a longo prazo é alta.

2 – Escolha três projetos para se dedicar por vez

Eu sempre indico que seja um projeto profissional, um de estudo e um hobby. Optando por, no máximo, três de cada vez é possível ter tempo suficiente para se dedicar a eles sem entrar no processo de exaustão. Lembrando que, um sempre acaba influenciando o outro e é por isso que seu foco vai fazer sentido.

3 – Revise a vida a cada 3 meses

Uma multipotencial precisa rever os planos de tempos e tempos. Dessa maneira, consegue entender se está indo para o lugar que deseja ou se está apenas seguindo o curso e se empurrando para o que pode ser uma armadilha. Foco é essencial.

4 – Tenha um ambiente organizado

Por transitar por várias áreas e saberes, e ter uma mente extremamente criativa, multipotenciais precisam de organização para trabalhar, que pode ser do jeito específico de cada um, com hierarquia de cores, post-its, planners, ferramentas online e aplicativos de organização. Lembre-se que o visualmente colorido auxilia a lidar com tudo o que acontece.

5 – Escolha um tipo de multipotencialidade

Você pode ter um trabalho que garante estabilidade profissional e viver sua multipotencialidade no seu hobby ou renda extra, por exemplo. Também é possível misturar vários assuntos em uma solução única ou projetos diferentes de nichos distintos. Aqui, vale o que melhor funcionar para você e sua rotina.

6 – Coloque em prática tudo o que estuda

Multipotenciais são aprendedores, gostam de livros, cursos e o risco disso é se tornar uma pessoa que aprende, mas que não coloca em prática o conhecimento. A minha dica é: para cada 1 hora de estudo, você precisa ter 1 hora de aplicação do que aprendeu. Tenho certeza de que isso vai te trazer resultados.

7 – Entenda que você é pioneiro

Você vai ouvir de muita gente que não vai dar certo e que é excêntrica. Nesses momentos, basta confiar em si mesma, estruturar o seu projeto e ir em frente. Desistir não é uma opção e o reconhecimento é logo ali.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!