AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria

Você no azul: Seu orçamento em ordem

Veja como se organizar para evitar as dívidas

Marcela Kawauti Publicado em 09/02/2017, às 14h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Você no azul: Seu orçamento em ordem - Shutterstock
Você no azul: Seu orçamento em ordem - Shutterstock
"Recebo o salário em duas parcelas e isso me deixa confusa. Como me organizar para evitar as dívidas?”

T. Y., por e-mail


Se quiser, solicite ao RH da sua empresa que faça o pagamento numa única parcela. Se isso não for possível ou se você for uma profissional liberal, que recebe sempre em duas vezes, o melhor pra sair desse enrosco é se organizar. Minha sugestão é que você desenhe uma linha do tempo com todos os dias do mês. Comece colocando as datas em que você recebe e os valores líquidos,
ou seja, já com os descontos como FGTS e INSS. Depois, coloque as datas em que as suas contas vencem. Não se esqueça de nenhuma delas! Você provavelmente vai perceber que elas estão espaçadas ao longo do mês. Uma vence dia 5, outra no dia 12, a próxima dia 20... Ou seja, em geral a confusão é causada não somente porque o salário vem em parcelas, mas porque os vencimentos também estão espaçados. O primeiro passo é concentrar os pagamentos logo após o recebimento da maior parcela do seu salário. Por exemplo, se a maior parte cai dia 10, agende os vencimentos pra dia 11. Vai dar um pouco de trabalho ligar pra todas as empresas e trocar a data, mas isso certamente vai ajudá-la a se organizar. Quando estruturamos tudo dessa forma, o primeiro destino do salário será o pagamento de contas. O que sobra pode ser dividido entre os gastos com diversão e o valor que será destinado a uma reserva financeira. Fica até mais fácil se você deixar todas elas em débito automático para não correr o risco de esquecer. Caso a parcela inicial do seu salário não seja suficiente para fazer frente a todas as contas, divida as datas de pagamento para conseguir pagar tudo em dia. Por exemplo, se você recebe o salário no dia 10 e no dia 25, uma ideia interessante é colocar os vencimentos para os dias 11 e 26.


Organização doméstica
Separe todas as despesas em grupos, como gastos com habitação, alimentação, vestuário e lazer. Desse jeito, você poderá enxergar para onde vai o seu dinheiro ao longo do mês. Conseguirá também identificar mais facilmente onde é preciso fazer ajustes e cortes para o pagamento de dívidas ou para fazer uma reserva financeira.


Orçamento deve ser feito a longo prazo
O planejamento precisa ser feito para seis meses, um ano ou até mais. Enxergar o longo prazo nos ajuda a poupar para momentos
em que os gastos são maiores, como agora no início do ano. Se eles já estiverem previstos, você começa a economizar hoje e não passa por nenhum aperto financeiro mais para frente.



Marcela Kawauti é formada em economia pela USP e tem mestrado da FGV. Com mais de dez anos de experiência, é economista-chefe do SPC Brasil e colaboradora do portal de Educação Financeira Meu Bolso Feliz.



Envie suas perguntas para Marcela Kawauti pelo e-mail anamaria@maisleitor.com.br

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!