AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Ana Maria Braga fala sobre Gabigol estar em aglomeração clandestina: ''Pisou na bola''

Jogador foi preso em flagrante por estar em cassino, na madrugada de domingo (14)

Da Redação Publicado em 15/03/2021, às 11h20 - Atualizado às 11h20

Ana Maria Braga criticou Gabigol no 'Mais Você' - TV Globo
Ana Maria Braga criticou Gabigol no 'Mais Você' - TV Globo

Ana Maria Bragadeu um 'puxão de orelha' em Gabigol, na manhã desta segunda-feira (15), ao apresentar o 'Mais Você'. A veterana falava da pandemia no país e comentou o fato do jogador do Flamengo ter sido preso em flagrante em um cassino clandestino, na zona sul de São Paulo (SP), na madrugada de domingo (14). 

Para a apresentadora, o atleta deu um mau exemplo, já que o país enfrenta o pior momento da pandemia e as autoridades estabeleceram medidas de isolamento social mais rígidas para conter o coronavírus. 

"No fim de semana, a polícia voltou a interditar festas clandestinas, fechou cassinos, que já são ilegais, né? Não dá pra deixar de comentar sobre o Gabigol, né? Um atleta que eu admiro muito, um dos principais ídolos do nosso futebol, adorado pelas crianças, e foi pego em um cassino. Ele pediu desculpas, disse que tava errado, que não sabia onde tava indo, mas foi. Era para ser um jantar de amigos, mas também tá proibido. Restaurante não tá abrindo. E cassino é ilegal. Com ele também tava o MC Gui, né? Sem palavras para comentar", disse Ana. 

"FALTOU SENSIBILIDADE"
Gabigol chegou a dar uma entrevista ao 'Fantástico', exibida no último domingo (14), em que pediu desculpas e garantiu que não sabia que um cassino funcionava no local. De acordo com o atleta, o objetivo era apenas sair para jantar com os amigos. 

"Realmente não sabia pra onde estava indo. Quando cheguei no local, a gente queria jantar. Como sabe, né, eu moro em Santos [litoral de São Paulo] e moro no Rio [de Janeiro]. Então, quando cheguei lá eu comi com meus amigos. E quando eu tava indo embora, [a polícia] acabou chegando", contou ele. 

O jogador admitiu que "faltou sensibilidade" ao se deparar com a aglomeração do local, que tinha cerca de 200 pessoas. "Estava feliz de estar com meus amigos, um momento que a gente quase não tem", justificou. 

Gabigol disse também que não estava escondido debaixo de uma mesa quando a polícia chegou, como foi divulgado, e que procurou cooperar com as autoridades. "Se eu tivesse escondido, eu não sairia como eu saí. Eu saí de cabeça erguida como eles pediram, fui até a delegacia fazer o B.O."

"Peço desculpas porque eu errei, sim eu errei, à torcida do Flamengo, às crianças que gostam de mim, à população de São Paulo. Fica o aprendizado. Na pandemia não quebrei nenhuma regra, sempre respeitei, não tem porque fazer diferente isso aí", afirmou. 

{# Taboola Newsroom #}