AnaMaria
Famosos / Famosos

Igor Cosso detalha censura de atores gays nas novelas: ''Falavam que não era bom se assumir''

O artista, do elenco de ‘Salve-se Quem Puder’, assumiu seu namoro com Heron Leal no ano passado

Da Redação Publicado em 06/01/2021, às 12h07 - Atualizado às 12h08

Igor Cosso e Valentina Bulc nos bastidores de 'Salve-se Quem Puder' - Reprodução/Instagram
Igor Cosso e Valentina Bulc nos bastidores de 'Salve-se Quem Puder' - Reprodução/Instagram

Igor Cosso, intérprete de Junior, irmão de Kyra (Vitória Strada) em ‘Salve-se Quem Puder’, revelou os apuros que grande parte dos artistas LGBT sofrem nos bastidores da dramaturgia. O ator ainda lembrou uma regra de “proibição” para ser gay durante as gravações de uma novela da Record no Marrocos.

“Nesse meio [artístico], as pessoas são super ‘vida livre’”, opinou o influenciador Luca Scarpelli, do canal ‘Transdiário’, que completou: “Só que quando chegava um galã da novela, não pode se assumir gay”.

“Quando eu comecei a trabalhar com televisão, conheci vários atores gays famosos. Eu conversava sobre isso com eles, e entendia o medo deles, porque as próprias pessoas grandes do mercado falavam que não seria bom um ator gay se assumir”, disse Igor em resposta ao apresentador, na última segunda-feira (4), no Youtube.

Cosso seguiu falando da “justificativa” para um artista famoso não “sair do armário”: “Que aí a dona de casa, que assiste a novela, não ia mais acreditar no personagem e não seria mais interessante para a novela. E você sendo um ator, que ama sua profissão e quer trabalhar, na hora você deixa de ser quem você é”.

Igor, que assumiu seu relacionamento com Heron Leal no ano passado, lembrou também de quando foi gravar a minissérie ‘Jezabel’, da Record TV, no Marrocos, país onde a homossexualidade é vista como crime.

“Fiquei lá dois meses. E eu lembro que estava em um reunião, e alguém comentou sobre as regras da viagem ‘lá é proibido ser gay’”, disse. Na hora, o famoso ficou boquiaberto: “[Pensei] Então eu não posso entrar, né? O que aconteceu?”.