AnaMaria
Famosos / Saudade

Padre Fábio de Melo presta homenagem à mãe: ''Hoje seria o seu aniversário''

Dona Ana morreu em março, vítima da covid-19

Da redação Publicado em 29/11/2021, às 10h07 - Atualizado às 10h07

Padre Fábio de Melo presta homenagem para a mãe, Dona Ana - Instagram/@pefabiodemelo
Padre Fábio de Melo presta homenagem para a mãe, Dona Ana - Instagram/@pefabiodemelo

Padre Fábio de Melopublicou uma homenagem para mãe, Dona Ana, no último domingo (28), data em que a matriarca completaria 84 anos. No Instagram, o religioso publicou uma foto e lamentou a saudade que ficou da senhora. 

"Dona Ana, hoje seria o seu aniversário. Era sempre um prazer realizar os seus desejos, como contratar um grupo de pagode para animar a festa. A senhora era tão mais festeira do que eu… Colocava dança nos pés, mesmo quando não havia música. Hoje, diante do silêncio que nos separa, enfrento o abismo de sua ausência, dou vazão à saudade que sinto da senhora", iniciou ele. 

Na sequência, Padre Fábio disse como imagina o lugar em que a mãe está. "Depois que a senhora se foi, eu passei a ter a necessidade de acreditar na eternidade. Não que eu não acreditasse antes. Mas eu acreditava com os escrúpulos que não me permitiam imaginar um tempo e um espaço eterno. Hoje, por incrível que pareça, minha mãe, o seu filho imagina o céu como uma cidade bem pequenininha, com pracinha, coreto, jardins... A senhora morando numa casa bem bonita, de esquina, pintada de azul clarinho, e eu, o padre da cidade, como a senhora sempre imaginou que seria. Nós dois com todo o tempo do mundo, sendo um do outro, sem dietas, sem restrições, sem ossos que quebram, sem tendões que se rompem, sem pulmões que falham, sem corações que param..."

Ele, então, finalizou relembrando o apoio que tinha de Dona Ana: "À tarde, quando estivesse na hora da missa, a senhora entraria na igreja, sem fazer alarde, sentaria no primeiro banco, como sempre o fez, só para me conceder a graça de tê-la dentro dos meus olhos, sem obstáculos, sem desvios, porque a senhora sempre soube, minha mãe, mas morreu sem me dizer — pois a modéstia era sua marca — que tudo o que eu falo sobre Jesus eu aprendi foi observando a senhora viver", disse. 

"Se for assim, minha mãe, guarde um quartinho em sua casa pra mim", concluiu o religioso. 

A publicação recebeu os comentários de diversos amigos de Padre Fábio. Carolina Dieckmann, Junno Andrade, Angélica, Deborah Secco, Eliana e diversos outros deixaram emojis de coração. 

Dona Ana morreu aos 83 anos em março. Ela, que já estava vacinada contra a covid-19, chegou a ser internada e intubada. No entanto, não resistiu ao vírus.