AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Paula Amorim é acusada de romantizar a maternidade e se defende: “Estou levando na boa”

Internautas dividem opiniões sobre a forma como Paula Amorim relata maternidade

Da Redação Publicado em 23/07/2022, às 16h04

Paula Amorim é mãe de Theo, fruto do relacionamento com o ex-BBB Breno Simões - Instagram/@paulaamorim
Paula Amorim é mãe de Theo, fruto do relacionamento com o ex-BBB Breno Simões - Instagram/@paulaamorim

A ex-BBB Paula Amorim é mamãe de primeira viagem e vem relatando em suas redes sociais sua experiência com o Theo, seu filho de apenas 1 mês com o também ex-BBB Breno Simões.

No entanto, seu modo de mostrar a maternidade na web vem dividindo opiniões entre os internautas., Isso porque alguns aprovam a forma como Paula lida com esse momento, enquanto outros acreditam que ela romantiza demais.

Por meio dos Stories do seu Instagram, a campeã do ‘No Limite’ 21 compartilhou duas opiniões distintas de seus seguidores: “A influencer que mais romantiza a maternidade”, dizia uma internauta.

“Incrível, você é a primeira mãe que não reclama. Que tudo que faz é com amor e satisfação, eu tenho 3 filhas e não tive muita explicação, mas nunca reclamei. Acho isso lindo. Parabéns, porque a maioria das mães hoje só reclama”, dizia outra internauta.

Diante da divergência de opiniões, Paula Amorim falou sobre como cada pessoa enxerga as coisas de um jeito. “Cada gestação é única, cada pessoa é única, cada bebê é diferente do outro, o puerpério de cada mulher é diferente. Já falei isso várias vezes e acho que não precisa ficar repetindo todo dia, mas não dá para comparar uma pessoa com a outra. O jeito que encaro a maternidade é esse”, disse a influenciadora digital.

“Significa que não tem nenhuma dificuldade? Não! Eu acordo a cada duas horas à noite para amamentar. Eu durmo pouquíssimo e já contei isso aqui. Mas contei dramatizando? Não!“, completou. Na sequência, Paula frisou que é importante respeitar o processo de cada mãe. 

“Estou levando na boa e faço isso com o maior amor do mundo. E está tudo bem quem conta chorando e sofrendo também! É o que a pessoa está vivendo, é o que ela está sentindo. O que a gente não pode é querer padronizar a maternidade como sofrida, como uma luta. Cada experiência é diferente! E eu acho bom ter relatos bons e ruins”, disse.

A ex-BBB ainda falou com seus seguidores sobre a importância de saber dosar as expectativas. “Para a gente não entrar na maternidade morrendo de medo, achando que vai ser o maior sofrimento da vida, nem achando que vai ser mil maravilhas. Cada um vai viver a sua experiência!“, finalizou.