AnaMaria
Famosos / Perrengue

Simone Mendes revela que já foi presa nos Estados Unidos: ''Meu passaporte era roubado''

O episódio aconteceu na adolescência, quando a cantora era backing vocal de Frank Aguiar

Da Redação Publicado em 01/11/2021, às 11h01 - Atualizado às 11h01

Simone relembra perrengue na adolescência - Instagram/@simoneses
Simone relembra perrengue na adolescência - Instagram/@simoneses

Simone Mendes deixou os fãs boquiabertos ao revelar, no último domingo (31/10), que já foi presa por engano nos Estados Unidos. Em um vídeo publicado no Youtube, a sertaneja contou que o perrengue aconteceu na adolescência, quando ela desembarcou no país com Frank Aguiar, para quem trabalhava como backing vocal.

"Acho que fui presa com 15 ou 16 anos. Frank Aguiar vai fazer show nos Estados Unidos, toda a documentação perfeita. Chegando lá, na hora da entrevista com a Polícia Federal, me levaram para uma salinha. Achava que era para ver alguma coisa. Quando penso que não, vêm uns policiais e colocam um cinto de couro com uma corrente e algema", começou explicando.

Em seguida, Simone relembrou o desespero que sentiu ao ser algemada: "Eu começo a chorar. Imagina, nova, minha primeira vez no país. Para eles, meu passaporte era roubado. Para acabar de lascar, uma algemazinha no meu pé, e eu chorando”. 

A cantora ainda disse que precisou enfrentar a pressão psicológica imposta pelas autoridades locais: "Me levaram para um lugar cheio de muçulmanos. E a pressão psicológica que eles faziam? ‘Pode contar para a gente que seu passaporte foi roubado. Se você contar a verdade, a gente vai deixar você pelo menos ligar para a sua mãe".

"Senão, você vai ficar presa aqui e não vai ver mais seus pais’. Até aquelas fotos eu cheguei a fazer. Como minha palavra ia valer? Eles tinham que investigar", acrescentou.

Por fim, o pesadelo da dupla de Simaria só acabou quando os policiais constataram que tudo não passou de um mal-entendido: "Cinco horas depois, vem aquele povo e diz ‘Desculpa, senhora. Pode conhecer nosso país. Foi engano".