AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Além de matar a mãe, ator de ‘Riverdale’ queria assassinar primeiro-ministro do Canadá

Crime aconteceu em 2020 e veio à tona com notícia de julgamento; ator aguarda processo

Da Redação Publicado em 15/06/2022, às 16h11

Ator de Riverdale assassina a mãe no Canadá - Canadian Femicide Observatory e Reprodução
Ator de Riverdale assassina a mãe no Canadá - Canadian Femicide Observatory e Reprodução

Ryan Grantham, de 24 anos, conhecido por seus papéis nas séries ‘Riverdale’, ‘Supernatural’ e no filme ‘Diário de um Banana’, passará a ser julgado pelo assassinato da própria mãe, que ocorreu em 2020, podendo pegar prisão perpétua. O ator revelou ainda que, após o crime, pretendia assassinar o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau

A sucessão de fatos parece um roteiro de filme de terror. No dia 31 de março de 2020, Ryan deu um tiro na cabeça da mãe, Barbara Waite, que estava de costas para ele, tocando piano. Segundo apuração do portal ‘Splash’, além de declarações das autoridades responsáveis pelo caso, após o homicídio o ator sacou todo o dinheiro da conta bancária de Barbara, comprou maconha e fez coquetéis molotov. Depois, sentou-se com o corpo ainda na casa e assistiu TV. 

Antes de ir para a cama, Grantham cobriu o corpo da mãe com um lençol e, ao acordar, colocou velas em volta dela e saiu para cumprir a segunda parte do plano: assassinar Trudeau. No carro em que o ator estava, foram encontrados coquetéis molotov, algumas armas e munição, além de equipamentos para acampar e um mapa que levava à Ottawa, onde mora o primeiro-ministro. 

Após algumas horas seguindo o planejado, Ryan decidiu mudar sua rota para realizar um massacre na Ponte Lions Gate de Vancouver, na universidade em que estudava. O segundo crime não aconteceu, pois o ator acabou desistindo e se dirigiu a uma delegacia, onde confessou o assassinato da mãe.

POSSÍVEIS CAUSAS PSICOLÓGICAS

O processo contra Ryan Grantham está acontecendo no Canadá e o ator ainda não testemunhou. Os promotores revelaram, entretanto, que Ryan possui tendências suicidas e violentas, e que sofre com crises de raiva e ansiedade. 

O corpo de Barbara foi encontrado no dia seguinte do crime, pela própria filha, Lisa Grantham.  

{# Taboola Newsroom #}