Após agressão em show, Ferrugem diz que vai buscar tratamento: ''Me chamaram de assassino''

Cantor Ferrugem faz revelações sobre polêmica e diz que vai fazer terapia

Da Redação Publicado quarta 26 junho, 2019

Cantor Ferrugem faz revelações sobre polêmica e diz que vai fazer terapia
Ferrugem faz novas revelações sobre polêmica em shows. - Globo/Fábio Rocha

O cantor Ferrugem protagonizou uma série de polêmicas esta semana. Primeiro, um vídeo em que ele aparece deixando o show após ser atingido por um copor com bebida e, depois, quando ele pisa na mão de um fã.

Em entrevista ao colunista Léo Dias, do UOL, ele explicou que estava sob situações estressantes no show do 'Forró do Bosque', onde atiraram o copo. O artista disse que não havia estrutura necessária e as brigas no meio do público dificultavam o andamento da apresentação.

"Desde que chegamos lá, sabia que não ia rolar a possibilidade de me apresentar, mas insisti para fazer o show pelo público. Muitas coisas aconteceram para deixar minha cabeça a milhão e, para finalizar, jogaram um copo em mim", contou.

"Naquele momento, me senti vulnerável, não queria parar o show para dar lição de moral, e tive a reação mais passiva que eu poderia tomar. Deixando o palco. Fui embora porque não merecia aquilo. Estávamos sujeitos a problemas muito maiores se eu continuasse", falou.

PISÃO NO FÃ
Depois de ter o vídeo em que abandona o palco viralizado, outro em que ele dá um pisão na mão de um rapaz durante o show tomou conta da internet. O pagodeiro revelou que ainda se sentia vulnerável com os últimos acontecimentos.

"Foi uma reação tomada no calor do momento. Aquele cara enfiou a mão entre a minha meia e a minha calça e começou a cravar a unha na minha perna. E ele ria. Eu nunca deveria ter ultrapassado meu limite, mas aconteceu", lamentou.

TERAPIA E CONSEQUÊNCIAS
O artista contou que as consequências dos episódios vieram parar até em sua família. Houve briga com o pai, empresários, e até com a esposa. "Ela disse que eu precisava me retratar, melhorar as atitudes, deixar para explodir em casa", disse ele.

Nas redes sociais, o pagodeiro falou que tinha preconceito com alguns tipos de terapia, mas que agora precisará começar a fazer tratamento. "Recebi até um direct [mensagem] me chamando de assassino. É meu melhor momento, por isso estou tão abalado", concluiu.

Último acesso: 30 Nov 2021 - 01:21:51 (1067940).