AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Últimas Notícias / VIDA PESSOAL

'BBB 24': Vinicius Rodrigues conta como perdeu a perna: "Explodiu"

Vinicius Rodrigues teve hermorragia e ficou três dias na UTI

Da Redação Publicado em 12/01/2024, às 17h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Vinicius Rodrigues - Foto: Divulgação/Rede Globo
Vinicius Rodrigues - Foto: Divulgação/Rede Globo

Vinicius Rodrigues se emocionou ao dar detalhes de como perdeu a perna esquerda, há dez anos, em um acidente. O jovem, que é vice-campeão paralímpico de atletismo, foi fechado por um carro enquanto andava de moto no Paraná

“Um carro me fechou. Estava a 60 km por hora. Bati e fiquei sentado no canteiro. Voei em câmera lenta, lembro de tudo. Eu girei. Braço quebrado, perna dobrada na bunda. Joguei a perna para frente e tentei levantar, mas não consegui. Percebi que minha perna estava mole. Estava de calça, mas senti o estrago, vi que minha perna tinha quebrado. Tive fratura exposta. Minha perna explodiu, a pele que segurou”, relatou ele em entrevista ao 'Mini Podcast'.

O atleta não se lembra da dor porque foi tomado pela adrenalina e susto. “Fui para o hospital, com hemorragia, perdi muito sangue, fiquei amarelão”, falou. Na época, o brother estava treinando para fazer uma prova, pois tinha intuito de entrar para a polícia. 

“Já caí no chão trocando uma ideia com Deus. O médico me disse que tinha que cortar a perna. Ele disse que se tentasse reconstruir, ia ter que cortar minha bunda, e eu falei: ‘Não vai cortar minha bunda não. Mete a faca nisso aí’. Melhor perder perna do que perder a vida. E ele cortou na altura do joelho”.

INÍCIO NO ESPORTE

Ainda no hospital, recebeu a visita da atleta paralímpica Terezinha Guilhermina recordista mundial e deficiente visual e viu um vídeo do recordista paralímpico mundial Alemão. "Ela me deu um moletom que ela usou nas Olimpíadas de Pequim. A gente tinha amigos em comum, da mesma igreja, e esse amigo que fez a ponte. Eu usei aquele moletom por três dias, e ele me fez virar a chave rapidão. Sempre fui bobão, de brincar e ali eu tive que ser positivo. Quando minha mãe chegou no hospital, eu brinquei: ‘ih, mãe, perdi uma perna’. O humor ajudou. Eu não tinha do que reclamar. Eu tinha ganho uma segunda chance".

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!